Foto: Marcelo Machado Melo/Vipcomm
rally primeira etapa

O Rally dos Sertões começou em ritmo forte. Os vencedores da primeira etapa da competição (de Goiânia a Goianésia) foram Cristian Baumgart/Beco Andreotti (carros), Gregorio Caselani (motos), George Ximenes (quadriciclos) e Denisio Nascimento/Emílio Rockembach (UTVs). Foram 680,48 quilômetros, sendo 306,82 cronometrados.

A primeira etapa foi longa e complicada e muitos competidores sentiram na pele as dificuldades. A dupla Marcos Baumgart e Kleber Cincea capotou o carro logo no início da especial. Nos UTVs, Denísio Casarini/Luis Eckel, Carlos Ambrósio e Cadu Sachs, entre outros, enfrentaram problemas mecânicos. Nas motos, Eduardo Shiga e Rodrigo Khezam sofreram quedas.

“Foi uma etapa muito dura, como a organização já havia dito. Mas se tem uma coisa que a Honda se destaca é na confiabilidade e na durabilidade. E taí a prova. Em 680 quilômetros, chegamos bem ao final e conseguimos abrir uma boa vantagem, que é muito importante para começar bem um rali duro como este”, afirmou Gregorio.

“Como previsto, foi uma etapa dura, a segunda mais longa deste Rally dos Sertões. Teve um pouco de tudo. Trechos de alta e de baixa velocidade, muitas pedras e poeira. Negociar as ultrapassagens com os UTVs foi a parte mais difícil. Fez diferença o fato de a gente ter o carro mais na mão, pois andamos com ele no Rally Dakar, e também a resistência do Mini, que se portou muito muito bem. Foi um bom começo”, afirmou Sylvio de Barros.

Nesta segunda-feira (21), a caravana se desloca em direção a Santa Terezinha de Goiás. Vão ser 326 quilômetros, com 248,16 quilômetros cronometrados. Esta será a etapa maratona, na qual os competidores não poderão receber ajuda externa para a manutenção dos veículos.

A prova entra em região de fazendas, com muitos mata-burros, depressões e lombadas, além de estradas travadas e bem sinuosas.  A navegação e a concentração serão muito importantes nesta etapa. Uma  boa estratégia será fundamental, já que eles terão de poupar as máquinas para o dia seguinte.

Resultados (extra-oficiais)
Carros
1º Cristian Baumgart/Beco Andreotti 4min06s12
2º Sylvio de Barros/Rafael Capoani 4h11min05
3º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin 4h18min53
4º Alvarez Fernando/Juan Monasterolo 4h36min37
5º Michel Terpins/ Maykel Justo 4h36min37

Motos
1º Gregorio Caselani 4h36min15
2º Júlio ‘Bissinho’ Zavatti 4h54min28
3º José Hélio 4h56min00
4º Ricardo Martins 4h56min09
5º Marco Pereira 4h58min09

Quadriciclos
1º George Ximenes 5h23min18
2º Pedro Costa 5h24min06
3º Milton Martens 5h24min24
4º Diogo Zonato 5h36min16
5º Michael Dias 6h59min11

UTVs
1º Denisio Nascimento/Emílio Rockembach 4h42min28
2º Enrico Andrade/Fábio Pedroso 4h48min44
3º Marcelo Gastaldi/Claudio Silveira 4h49min18
4º Edu Piano/Solon Mendes 4h52min41
5º Bruno Varela/João Arena 4h55min50

Programação* – 25º Rally dos Sertões

2ª Etapa – 21/8 (Segunda-feira)
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO) – ETAPA MARATONA
DI (Deslocamento inicial) – 78 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 248 km
DF (Deslocamento final) – 0 km
Total do dia: 326 km

3ª Etapa – 22/8 (Terça-feira)
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
DI – 0 km
TE – 297,06km
DF – 9 km
Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI – 102,4 km
TE – 273,20 km
DF – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA