Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
treinos vasco

O Vasco aterrisa em Salvador tentando encerrar um jejum de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. O time carioca enfrenta o Bahia neste domingo (20), a partir das 16h, na Arena Fonte Nova, em duelo válido pela 21ª rodada da competição.

O time cruzmaltino vem de duas derrotas e dois empates. O baixo rendimento recente levou também a uma queda na tabela -o Vasco, que estava próximo do G6, agora é o 13º colocado e soma 25 pontos, apenas três a mais que o primeiro time na zona de rebaixamento, a Chapecoense. O Bahia é o 15º, com 23 pontos.

"Vencer todos os jogos é importante. Ainda mais esse por ser contra uma equipe que está perto da gente", afirmou o técnico vascaíno, Milton Mendes.

A busca do Vasco por uma reação passa por mudanças no esquema tático -o time irá a campo em um 3-5-2. O formato é novidade em São Januário já que a equipe atuou em todas as rodadas anteriores do Brasileiro com quatro jogadores na primeira linha defesiva, com uma dupla de zagueiros e dois laterais.

O trio de defensores será formado por Rafael Marques, Breno, ambos titulares contra o Palmeiras no último final de semana, e o estreante Anderson Martins.

Campeão da Copa do Brasil pelo clube em 2011, ele voltou a assinar com o Vasco no dia 20 de julho e, desde então, aprimorava o condicionamento físico.

"Felizmente tivemos a semana livre para realizar o trabalho. Nosso tempo estava sendo para recuperação e para estudar o adversário. Treinamos variações e vamos definir tudo até amanhã [sábado, 19]. Jogar com três zagueiros não significa jogar com três centrais, até porque o Anderson já jogou de volante, e o Breno também", explicou o técnico do time do Rio.

Já o Bahia tem duas dúvidas para acertar a escalação: o lateral-esquerdo Juninho Capixaba e o atacante Rodrigão ainda aguardam liberação do departamento médico. Outra incerteza pela qual o clube passa diz respeito ao comando técnico.

Desde a demissão do treinador Jorginho, há três rodadas, o time está às ordens do interino Preto Casagrande. Ele tem interesse em ser efetivado, mas a diretoria não o garante como treinador -os próximos jogos servirão para testar o aspirante ao cargo.

"[Preto] É um cara da casa, que todo mundo gosta. Nós já estamos no meio do campeonato. Temos o Carille, que era auxiliar do Tite e hoje é líder do Campeonato Brasileiro. Temos que dar um voto de confiança ao Preto, deixar ele até o fim do campeonato", avaliou o goleiro Jean.

BAHIA

Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão. T.: Preto Casagrande

VASCO

Martín Silva; Rafael Marques, Breno e Anderson Martins; Jean, Gilberto, Mateus Vital, Wagner e Ramon; Paulinho e Luis Fabiano. T.: Milton Mendes

Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador

Horário: 16h deste domingo

Juiz: Raphael Claus (SP)

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA