logomarcadiariodegoias2017

Por Domingos Ketelbey, jornalista e editor do www.inspire.jor.br . Especial para o DG.


Era abril de 2008 quando Paulo acordou, tomou seu café, ligou seu carro e antes de chegar ao trabalho, passou por uma banca de revistas (as notícias ainda conseguiam chegar de primeira mão por meio dos jornais impressos). A capa dos principais periódicos repercutia o caso Isabela Nardoni. Em um posto de combustível ele coloca R$ 20,00 no tanque do seu carro. Com a gasolina a R$ 2,49 isso rendia o suficiente para ele rodar por toda a semana. Paulo manda um SMS que lhe custava 0,50 centavos pela mensagem diariamente com um plano super bacana da Claro. "Bom dia amor, nos vemos mais a noite?", sendo prontamente respondido com um "BoM DiA MeU BeM, ClaRo Que SiiIIIiIIiim. To CoM SaUdAdExXxXx. Ela só tinha 17 anos e mandava depoimentos no Orkut para pessoas "QuE MaL CoNheCiA mAs Já CoNsIdErAvA PAaAaAaAaAaKAas". Ele não ligava para isso porque ela era um troféuzinho que completava o banco do seu Vectra 2.0 Elegance Flex (era realmente um dos carros TOPs da época e o seu veículo estava entre as exatas 22.222 unidades vendidas em 2008).

Manoela acordou em 2018, já olhando as notificações do Whatsapp e Instagram. 785 mensagens não lidas só no grupo da faculdade. Hora de olhar todas, 143 curtidas nas fotos do "insta” e alguns directs pra responder. A saída na noite anterior também lhe rendeu bons matchs no Happn. Toma banho e se arruma para o trabalho. Posta foto no espelho do elevador para os momentos do Instagram. "Look do dia". Toda blogueirinha, ela. O Uber lhe custa pouco menos de R$10,00 para ir ao serviço, melhor pagar isso do que os quase R$ 5,00 por litro de gasolina para abastecer seu carro. O motorista toca uma música bacana na central multimídia do carro. "Melhor motorista!", é a legenda do próximo momento no Instagram. O namorado todo bonitinho mandou uma caixa de chocolates gourmet da Cacau Show, logo cedo. "Que lindo! Mais um storie pro Instagram!" pensa já com o celular na mão tirando fotos. Claudia, sua chefe, na sala ao lado, lhe diz o que deve fazer durante o dia. Por meio do Whatsapp, claro. Todos combinam de almoçar juntos. O gosto da comida não importa muito, afinal, foram R$ 39,00 bem gastos publicando uma foto bonita na rede social. Muitos stories de comida rolam agora. O momento intimista de cada um olhando para o celular termina quando Claudia dá a brilhante ideia: "Vamos tirar uma foto, pessoal?". Sorrisos e muita alegria. Felicidade plena. Hora de publicar mais um storie.

Em 2008, Paulo manda mais uma mensagem de texto pra sua namorada. Desta vez, combinando para ir ao happy hour da firma. Ela responde depois de uns 15 minutos, confirmando presença. A namorada de Paulo, Letícia, acaba de entrar em duas comunidades do Orkut: "Eu falo Sozinho!" e "Eu odeio acordar cedo!". Está ouvindo Single Ladies da Beyoncé quando alguma de suas amigas comenta, por meio do MSN, sobre uma nova rede social que em breve vai acabar com o Orkut. "Amiga, você tem que abrir uma conta no MySpace". Em 2018, parece que as coisas não vingaram muito para esta "nova rede social". A Microsoft chora.

Em 2018, Paulo de 2008, está num bar topzêra com Manoela e outros amigos. Os papos não fogem da discussão sobre quem roubou mais o país foi Lula ou Dilma e uma ampla discussão se tal de “Mito” vai ganhar. Um debate inexistente em 2008 sobre "esquerdistas", "petralhas" e "fascistas" deixam Paulo atordoado. Um tal de triplex e o "Pelé do judiciário", Sérgio Moro confundem com a cabeça do nosso garoto de 2008. Ele jamais imaginava que um dia tudo poderia se resumir a isto: redes sociais, miríades inesgotáveis de fotos, Anitta, Pablo Vittar e famílias sendo divididas por conta da política nacional. Ele também não imagina que em vez de pedir uma cerveja e descerem Antárctica, agora ele tem de escolher entre uma porrada de novas cervejas porque Antárctica só tem "milho" e se tornou algo intragável. As artesanais, lhe custam 4x mais, mas compensa, porque é um dinheiro bem investido em fotos para o Instagram.

Em 2018, mostrar que você tem um poder aquisitivo nas redes sociais é ótimo. Faz bem pra pele e torna você uma pessoa instantaneamente feliz. Mesmo que em casa, você esteja na escória da depressão. Mas ninguém assume ou vai te falar isso. Paulo de 2008 em 2018, percebe que está num mundo de fantasias e faz de conta e então, decide escrever um texto em terceira pessoa. Ninguém vive mais para si. Se uma academia não tiver um espelho gigante, não serve para Augusto, porque assim, não pode tirar sua foto mostrando seu corpo bombado na rede social. Manoela sempre escolherá um lugar conceitual para suas fotos no Instagram, pois o pacote de dados mensal já está garantido no pós pago, nem precisa se preocupar com lugares com Wi-fi. O futuro está aí! As coisas mudam rapidamente e você nem percebeu que em 2018 fazem 10 anos que a imortal Dercy Gonçalves faleceu.


FELIZ STORIES NOVOS!

Domingos Ketelbey, editor do www.inspire.jor.br
domingos ketelbey editor do inspire

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

Reportagem Especial

TVDG

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA