Reprodução/Internet
claudia rodrigues

Diagnosticada com esclerose múltipla, Claudia Rodrigues, 46, permanece internada para tratar de uma infecção no olho no hospital Albert Einstein, em São Paulo. A atriz, que está  hospitalizada desde o dia 16 de novembro, está fora de perigo. 

"Ela continua lá [no hospital], está fora de perigo, mas não tem previsão de alta ainda", disse a assessoria da atriz. Claudia está tratando uma herpes zóster no olho, infecção viral contraída pela baixa imunidade. 

A infecção é causada pelo vírus varicela-zóster, o mesmo que provoca a catapora, em pessoas que já sofreram com a doença inicialmente e ficaram com o vírus "adormecido" no corpo. 

Desde de fevereiro deste ano a atriz vive em uma clínica, no interior de São Paulo, "Claudia faz um tratamento alternativo que busca melhorar a qualidade de vida de pacientes que têm esclerose múltipla", explicou a assessoria.

A esclerose múltipla é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. As células de defesa do organismo passam a atacar os neurônios, podendo provocar diferentes tipos de lesões. Em 2017, a atriz passou por um tratamento com célula-tronco, que visava "reiniciar" seu sistema imunológico.

Dentre os efeitos colaterais do tratamento está a baixa imunidade, deixando o organismo debilitado, suscetível a infecções graves e hemorragias. Por outro lado, o tratamento pode melhorar os movimentos motores e ajudar na fala, quando comprometida. 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA