ConciliacaoAparecida

Pesquisa Rio Verde - Iris lidera na estimulada; Marconi na espontânea

Escrito por Eduardo Sartorato, da Tribuna do Planalto - Publicado em .

 

(Publicado originalmente no Tribuna do Planalto)

A primeira pesquisa de uma série em que a Tribuna do Planalto e o instituto Grupom realizam em municípios estratégicos do Estado mostra o ex-governador Iris Rezende (PMDB) em vantagem para o governo do Estado em Rio Verde contra os seus outros dois adversários nas eleições de 2010 – o governador Marconi Perillo (PSDB) e o empresário Vanderlan Cardoso (PSB). De acordo com os números do cenário 1, Iris tem 39,2% das intenções de votos no município. Já Perillo aparece na segunda posição com 33,8%. A diferença está dentro da margem de erro – que é de 4,8 pontos porcentuais para mais ou para menos -, o que configura empate técnico. A divulgação da pesquisa será feita em parceria com a Rádio 730 e o relatório completo dos números será divulgado durante a semana via internet.

Em terceiro está Vanderlan Cardoso com pouco mais de 10% (veja os números em destaque). Segundo o levantamento do Grupom, 8,6% dos eleitores rio-verdenses não avaliaram o cenário, enquanto que cerca de 8% dos entrevistados disseram que votarão branco ou nulo nas eleições de outubro.
Os números deste cenário mostram um contraste interessante com o cenário número dois. Nesta composição, foi retirado o nome de Iris Rezende e colocado o do empresário Júnior do Friboi (PMDB), pré-candidato oficial do partido. Tendo Friboi como candidato, Marconi ganha quase dez pontos porcentuais em comparação com o primeiro cenário e lidera com pouco mais de 42%.
Júnior do Friboi é o segundo, com 19,9% das intenções de votos do eleitorado de Rio Verde. Vanderlan também ganha pontos em comparação com o primeiro cenário, mas permanece na terceira posição, agora com 14,5%.
Interessante notar que, sem Iris, a indefinição de votos e o porcentual de eleitores que dizem votar branco ou nulo aumentam. Pouco mais de 13% não quiseram avaliar este cenário, enquanto que o índice de entrevistados que afirmaram votar branco ou nulo foi de aproximadamente 10%.

P5f0

Gomide
O terceiro cenário da pesquisa Tribuna do Planalto/Grupom em Rio Verde inclui o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), na disputa contra Mar­coni, Friboi e Vanderlan. O petista ‘tira’ intenções de votos dos outros três pré-candidatos, mas não os ameaça. Gomide está na quarta colocação com 6,4% da preferência dos entrevistados.
Não há alterações nas três primeiras posições em relação ao cenário número dois. O go­ver­nador Marconi Perillo também lidera esta composição, com pouco mais de 40% das intenções de votos do eleitorado da cidade. Friboi é o segundo, com 18,6%. Em terceiro está Van­derlan Cardoso com cerca de 12%.
O índice de indecisão e entrevistados que dizem votar bran­co ou nulo se mantêm estável, em comparação com o cenário anterior. Apesar de ter uma opção a mais para escolher, 12,3% dos eleitores disseram não saber em quem votar. O porcentual de brancos e nulos é o mesmo do cenário anterior, 9,8%.
2010
Fazendo uma comparação entre a pesquisa Grupom e o resultado do primeiro turno das eleições de 2010, é possível observar uma queda de rendimento do governador Marconi Perillo em Rio Verde. Em 2010, o tucano obteve 52,7% dos votos válidos, aqueles em que são desconsiderados os votos brancos, nulos e as abstenções e que o TSE utiliza para declarar o vencedor. No cenário um da pesquisa, que considera os três principais candidatos de 2010, e que novamente são pré-candidatos em 2014, Marconi tem 40,6% da preferência do eleitorado em votos válidos.
Em 2010, o ex-governador Iris Rezende ficou na segunda colocação no município, com 34,7% dos votos válidos. Na pesquisa Tribuna do Planalto/Grupom, Iris lidera o cenário com 47,1% das intenções de votos válidos, uma diferença de quase 14 pontos porcentuais. Vanderlan Cardoso teve uma variação muito pequena – em 2010 teve 12,1% dos votos e na pesquisa aparece com 12,4%.

Todos os candidatos
A pesquisa também apresentou aos entrevistados um cenário geral, com todos os principais pré-candidatos ao governo do Estado nas eleições de outubro. Este cenário é irreal, já que, por exemplo, Iris e Júnior não podem ser, juntos, candidatos, já que estão filiados a um mesmo partido. Os números, porém, servem como referência na avaliação de cada nome.
Iris Rezende também lidera o cenário com todos os principais pré-candidatos com 35,3%. O governador Marconi Perillo vem em segundo com pouco mais de 31% da preferência do eleitorado rio-verdense. Júnior do Friboi vem na sequência com cerca de 8%. O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM) também foi testado neste cenário. Ele aparece em quarto com 5,9% das intenções de votos. Vanderlan Cardoso, com pouco mais de 4%, e Antônio Gomide, com 2,7% fecham o cenário.
A pesquisa  Tribuna do Planalto/Grupom em Rio Verde ouviu 408 eleitores no município entre os dias 30 de janeiro e 6 de fevereiro de 2014. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número GO-00009/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00011/2014, como prevê a legislação vigente.

P5f2

Marconi lidera a espontânea

O governador Marconi Perillo (PSDB) lidera o levantamento espontâneo para o governo do Estado realizado pelo instituto Grupom e Tribuna do Planalto na cidade de Rio Verde. A intenção de voto espontânea é aquela em que o entrevistado diz o candidato que ele pretende votar sem que lhe seja dado nenhuma lista de opções. Desta forma, o levantamento mede a consolidação do voto na cabeça do eleitor. O tucano lidera com 14,5% das intenções de voto contra 3,7% do ex-governador Iris Rezende (PMDB), segundo colocado.
O empresário Vanderlan Cardoso (PSB) aparece em terceiro colocado no levantamento espontâneo com quase 2% da preferência do rio-verdense. O também empresário Júnior do Friboi tem 0,5% enquanto que 0,2% dos entrevistados disseram espontaneamente que votarão no prefeito de Anápolis Antônio Gomide (PT) nas eleições de outubro para o Palácio das Esmeraldas. O interessante é que o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), que até há poucas semanas disputava com Gomide a possibilidade de ser pré-candidato ao governo pelo partido, aparece na frente do anapolino, com 0,7% das intenções de voto. Nos bastidores comenta-se que Paulo Garcia ainda não desistiu de ser candidato em outubro.
A grande maioria dos entrevistados, no entanto, disse que ainda não sabe em quem votar. O percentual de indecisos é de 77,7% do eleitorado da cidade. Isso mostra que o eleitor de Rio Verde ainda não está no clima eleitoral.
A pesquisa Tribuna do Planalto/Grupom ouviu 408 rio-verdenses entre os dias 30 de janeiro e 6 de fevereiro de 2014. A margem de erro é de 4,8 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE sob o número GO-00009/2014 no dia 11 de fevereiro.

P5f3

Iris é o menos rejeitado

Além de liderar os dois cenários em que o seu nome está incluído, o ex-governador e ex-prefeito de Goiânia Iris Re­zende (PMDB) é o pré-candidato menos rejeitado de acordo com a pesquisa Tribuna do Pla­nalto/Grupom realizada na cidade de Rio Verde. Apenas 15,9% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum no peemedebista, caso ele seja candidato ao governo do Estado em outubro.
O governador Marconi Perillo (PSDB) é o mais rejeitado entre os eleitores de Rio Verde. De acordo com os números, o índice de rejeição do tucano é de 29,9%. Em segundo lugar na lista dos menos populares está o deputado Ronaldo Caiado. Cerca de 24% dos rio-verdenses ouvidos pelo Grupom disseram que não votariam no democrata para o Palácio das Esmeraldas.
Os empresários Júnior do Friboi (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PSB), e o prefeito de Anápolis Antônio Gomide (PT) possuem rejeições equivalentes e medianas. Para os entrevistados, pouco mais de 20% não votariam em Friboi. Este índice é de 19,9% no caso de Gomide e abaixa para 19,4% se o nome a ser avaliado é o de Vanderlan. No caso dos dois últimos, a rejeição pode ser explicada também como uma forma desconhecimento, já que Gomide e Vanderlan não são conhecidos por boa parte do eleitor de Rio Verde (leia mais na página 7).
A pesquisa Tribuna do Planalto/Grupom traz também um dado curioso. Apesar dos protestos da população por melhores serviços, que têm como alvo principal a classe política, mais de um terço das pessoas ouvidas disseram que não rejeitam nenhum dos seis nomes apresentados e que poderiam votar em qualquer um deles.


RELATÓRIO COMPLETO

 

LEIA TAMBÉM -

Peesquisa Rio Verde - Só Íris segura Marconi

Jovair Arantes cobra espaço na chapa majoritária

Rui Falcão avaliza pré-candidatura de Gomide e fala de "mudança"

Fortiori: pesquisa mostra liderança de Marconi

Pesquisa Verus: Cenários mostram disputa acirrada; veja relatório completo

 

 

Ficha técnica

* Pesquisa: Grupom Consultoria Empresarial Ltda. Registros na ABEP (no 32), CONRE (1a Região, no 25) e CRA (no 008)
* Contratante: Rede de Notícia Planalto Ltda.
* Tipo: amostragem
* Entrevistas: 408
* Nível de confiança: 95%
* Margem de erro: 4,8 pontos porcentuais para mais ou para menos
* Data: 30.01 a 06.02.2014
* Registros: Protocolos BR-00011/2014-TSE e GO-00009/2014-TRE de 11.02.2014
* CIDADE DE RIO VERDE-GO, ZONA URBANA, BAIRROS: Br Maristela, Br Martins, Br Popular, Br Promissão, Br Santo André, Br São Felipe, Br  São Joaquim, Br São Tomaz, Br Stº Agostinho, Br Stº Antônio de Lisboa, Br Universitário, Br Vitória Régia, Centro, Céu Azul, Cj Dona Gercina, Cj Liberdade, Cj Maurício Arantes, Cj Valdeci Pires, Dom Miguel, Jd Adriana, Jd América, Jd das Margaridas, Jd Eleonora, Jd Goiás, Jd Mondale, Jd Neves, Jd Presidente, Lot Gameleira, Nova Vila Maria, Pq Bandeirantes, Pq Betel, Pq das Acássias, Pq das Laranjeiras, Res Canaã, Res Maranata, Res Monte Sião, Res Veneza, São João, Solar Campestre, St Morada do Sol, St Pauzanes, Vl Amália, Vl André Luiz, Vl Bailão, Vl Borges, Vl Carolina, Vl Maria, Vl Mariana, Vl Mariana 2, Vl Medeiros, Vl Mutirão, Vl Olinda, Vl Renovação, Vl Rocha, Vl Serpro, Vl Verde.