logomarcadiariodegoias2017

temer planaltoLUCIANA COELHO, ENVIADA ESPECIAL

DAVOS, SUÍÇA (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer preferiu não comentar os votos de dois de três desembargadores que examinam o processo a favor da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção.


"Vamos aguardar a decisão final. Não sei se tem recurso, não tem recurso... este é um tema que cabe à Justiça", disse Temer a jornalistas em Davos (Suíça), onde participa do encontro anual do Fórum Econômico Mundial.


Temer participa nesta noite de um jantar organizado pelo Fórum sobre o Brasil.


MAIS CEDO


Mais cedo, antes do início do julgamento, o presidente disse que o mercado financeiro agiria como "vida normal" em uma eventual condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


"[É] vida normal", disse Temer, ao ser indagado por jornalistas se o mercado reagiria com turbulências a uma eventual condenação de Lula. Temer falou brevemente ao chegar ao hotel Seehof, em Davos, para reuniões com empresários e bilaterais após ter discursado na plenária do 48º encontro anual do Fórum Econômico Mundial em Davos.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

Reportagem Especial

TVDG

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH