A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Crimes Rurais e de Divisas (GRCRD), realizou, no dia 14 de novembro, após um ano de investigações, a segunda etapa da Operação Terra Verde, que resultou no desmanche daquela que é considerada a maior organização criminosa do Brasil especializada em roubo de defensivos agrícolas.

A operação ocorreu na cidade de Araguari (MG) e contou com a participação de 21 policiais civis, dentre delegados, agentes e escrivães. Até o momento, foram cumpridos 16 mandados de prisão* e 15 mandados de busca e apreensão, nos quais foram apreendidos vários carros e motos de luxo, além de caminhões e sequestro de vários imóveis e valores em contas.

A quadrilha atuava em oito estados brasileiros e, somente em Goiás, os prejuízos causados aproximam-se de R$ 10 milhões. Estima-se que, ao todo, a quadrilha tenha movimentado mais de R$ 30 milhões ao longo dos anos de 2016 e 2017.

Com a operação, o GRCRD conseguiu recuperar aproximadamente 9 toneladas de defensivos agrícolas, que foram devolvidos às vítimas.

A segunda etapa da Operação Terra Verde foi realizada com o apoio do Poder Judiciário e Ministério Público de Acreúna, Poder Judiciário de Araguari (MG), Delegaci ade Acreúna, 9ª DRP, por meio do Genarc, 1º DDP/Catalão, DP/Cumari e sub-DP/Três Ranchos.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA