430486982175926A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, confirmou que as obras do Hospital e Maternidade Oeste, que está sendo construído no Setor Vera Cruz I, tem previsão de entrega para 2018. De acordo com dados da Gerência de Infraestrutura e Manutenção da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 28% da obra já foi executada. O próximo passo após a finalização é dotar o local com recursos materiais, equipamentos, insumos e pessoal.

De acordo com a secretária, a unidade vai aumentar ainda mais a disponibilidade de atendimento e assistência materno-infantil na rede pública de saúde. 'O projeto foi idealizado nos mesmos moldes do Hospital e Maternidade Dona Íris, que é considerado uma das referências no atendimento humanizado', garante. 

A maternidade, que poderá realizar cerca de 800 partos por mês, vai contar com 179 leitos, sendo 62 de obstetrícia, 23 de ginecologia, 31 leitos pediátricos, dez de Unidade Terapia Intensiva (UTI) neonatal, nove leitos de cuidados intermediários UCINCo, cinco leitos UCIN/Canguru, cinco berçários, duas salas de observação pediátrica, duas salas de intercorrência pediátrica, oito leitos de observação, duas salas de emergência, cinco salas de recuperação pós-anestésica e 15 salas de parto normal.

A assistência à saúde da mulher vai contemplar ainda programas como prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), prevenção de câncer, além de todos os passos da maternidade, desde o pré-natal até a assistência à mulher e ao recém-nascido. Ao todo, a unidade vai ocupar uma área de 15.326,32 metros quadrados.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA