20170718092810 img 2066A unidade das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) já contribui para diminuir os índices de criminalidade na região do Entorno do Distrito Federal. Com sede no Jardim Ingá, em Luziânia, somente neste mês de setembro, essas forças policiais retiraram 10 armas das ruas, apreenderam 21 quilos de entorpecentes, recapturaram 11 foragidos da Justiça e recuperaram 16 veículos roubados.

A unidade é resgate do compromisso feito no ano passado pelo vice-governador Zé Eliton quando era secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). Na ocasião, ele assumiu o compromisso de criar a unidade policial para atender reivindicação de lideranças políticas e também da população.

O atual titular da SSPAP, Ricardo Balestreri, destaca que a chegada da Rotam na região do Entorno do Distrito Federal é de fundamental importância para a melhoria dos índices de criminalidade no local. “A Rotam obtém na região o mesmo padrão de excelência verificada na região Metropolitana de Goiânia”, ressalta.

Já o comandante do Policiamento da Capital, coronel Ricardo Rocha, afirma que a produtividade operacional dos policiais é o diferencial para a redução dos crimes na região. “Vamos continuar implacáveis no combate aos criminosos na região”, disse.

A unidade da Rotam do Entorno do Distrito Federal, é subordinada ao Policiamento da Capital do Estado, lembra o coronel Ricardo Rocha. “É uma força diferenciada e o seu foco é a apresentação de resultados”, diz.

No total, 93 policiais militares exercem a função, após Curso Operacional da Rotam (COR), que teve duração de um ano.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA