logomarcadiariodegoias2017

iluminacao publica goiania foto prefeitura de goiania

A situação de manutenção da iluminação publica esta próximo de chegar a um novo impasse. Segundo apurou o Diário de Goiás a negociação entre a empresa CITELUM e a Prefeitura de Goiânia esta emperrada e o serviço pode ser paralisado de novo.

Os problemas continuam e a negociação esta travada a mais de um mês após a paralização e o risco da cidade ficar novamente sem o serviço de reposição de iluminação publica é real.  

Problema recorrente

Em dezembro do ano passado os serviços foram paralisados porque o pagamento estava atrasado a mais de 280 dias. A divida era de  R$ 5.716.616,81 de reais. Na época a empresa afirmou que os atrasos atrapalham a saúde financeira do contrato, tornando-o inviável.

Uma parcela de R$ 700 mil foi paga pela prefeitura no dia 21 de dezembro de 2017, mas mesmo assim o serviço continuou suspenso pois a empresa queria receber toda a divida.

Em dezembro de 2017 a prefeitura informou que estava revisando o contrato da empresa e por isso o atraso no pagamento ocorreu, o secretario de obra da época, Fernando Cozetti, disse que a prefeitura estava efetuando o pagamento das parcelas de 7 a 10, mas a empresa ainda não havia recebido as parcelas.

No dia 28 de dezembro a Citelum voltou a operar e foi informado pela prefeitura que ocorreu um pagamento.

A empresa

A Citelum é responsável pela manutenção dos serviços de iluminação pública e ainda por promover melhorias como, por exemplo, a colocação de lâmpadas de LED em diversos pontos da cidade

Em nota

Procurada , a empresa disse que apesar dos atrasos segue com a prestação dos serviços e que aguarda posicionamento da prefeitura quanto o pagamento dos valores devidos.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

Reportagem Especial

TVDG

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH