Previsão é que edital seja divulgado ainda em julho (Foto: Reprodução)
saneago logo

A Saneago ainda não concluiu os procedimentos necessários para a contratação da empresa responsável por organizar concurso público que visa o preenchimento de 400 vagas e que os salários poderão chegar a R$ 8,9 mil. O edital do concurso da Saneago está previsto para ser divulgado no mês de julho.

Na primeira quinzena do mês, o presidente da Saneago, Jalles Fontoura, explicou a reportagem do Diário de Goiás que já havia começado a enviar convites para empresas participarem do processo. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, até esta quarta-feira (28), o processo ainda não foi concluído. A princípio não há alteração nas previsões de divulgação de edital e demais fases do processo.

Convite é a modalidade de licitação entre interessados do ramo pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não, escolhidos e convidados em número mínimo de 3 (três) pela unidade administrativa, a qual afixará, em local apropriado, cópia do instrumento convocatório e o estenderá aos demais cadastrados na correspondente especialidade que manifestarem seu interesse com antecedência de até 24 (vinte e quatro) horas da apresentação das propostas.

Jalles Fontoura destacou que é preciso elaborar o processo com todo cuidado para evitar atrasos no cronograma do concurso, já que os funcionários que aderiram ao PDV deixarão a Saneago até o mês de outubro.

“Nós fizemos as cartas convites, estabelecemos as melhores instituições para não ter problemas de uma impugnação, ações judiciais, enfim, a gente tem que ter todo o cuidado enorme para fazer um concurso, que seja transparente, que seja operacionalmente bem feito, eu acho que é até melhor pagar mais caro, mas com eficiência para evitar retrocesso, até porque a Saneago no Entorno de Brasília, por exemplo, precisa de muitos profissionais, especialmente operadores de sistema, eletrotécnicos, pessoas da área de informática, engenheiros, a necessidade é muito grande. Precisamos fazer tudo certo para evitar qualquer problema que atrase o resultado e a convocação das pessoas que passaram no concurso”, declarou.

PDV

Jalles Fontoura lembrou que é preciso que a convocação ocorra ainda neste ano, pois está em andamento um Programa de Demissão Voluntária (PDV). Além de repor as vagas das pessoas que saíram da empresa, ainda há grande carência na região do Entorno do Distrito Federal.

“Por acaso hoje a gente está definindo as cartas convite para várias instituições para participar da elaboração do concurso. Já lançamos o concurso e já sabemos o que queremos, vagas para engenheiros, biólogos, químicos, técnicos, agentes de sistema de nível de segundo grau e de grau universitário. Agora é a operacionalização, definição da empresa que vai concurso e isso tudo vai acontecer ainda em 2017. A convocação já vai ser em 2017, até porque o PDV já tirou mais 400 funcionários da Saneago, nós temos pressa em ocupar o espaço que está aberto e a necessidade de técnicos é muito grande”, explicou Jalles Fontoura.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA