logomarcadiariodegoias2017

 marconi perillo britania reconstrucao foto mantovani fernandes 11O rush de inaugurações de obras pelo governador Marconi Perillo segue até o dia 6 de abril, sob o comando dele, com 119 obras contabilizadas, cujos investimentos somam R$ 4.411.895.250,85 (recursos do programa Goiás na Frente, e oriundos da privatização da Celg). Na agenda há inaugurações todos os dias, de segunda-feira a sábado, durante as dez semanas estabelecidas no cronograma.

A maratona de inaugurações, que teve início no dia 15 de janeiro, contemplará, ao todo, 68 cidades. Substancialmente, são quatro grupos de obras: rodoviárias (construção, duplicação e reconstrução); escolas Padrão Século XXI, unidades habitacionais e presídios. Além destas, existem as obras de pavimentações urbanas com recursos do Goiás na Frente, e obras grandiosas, como os Credeqs, Cases, aeroporto de cargas e o Centro de Convenções de Anápolis.

São 26 inaugurações de rodovias, dentre elas a duplicação da GO-070, maior duplicação do Estado. A rodovia parte de Goiânia até à cidade de Goiás. O trecho tem aproximadamente 140 quilômetros. Com relação às escolas Padrão Século XXI, serão entregues 25 unidades em 15 municípios. Quanto às unidades habitacionais, estão previstas 3.353 em seis cidades. Marconi também vai inaugurar os presídios de Águas Lindas, Anápolis e Formosa, e os Credeqs de Goianésia e Quirinópolis.

No pacote, estão ainda a ampliação do Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e a inauguração do Hospital do Servidor, em Goiânia. Serão inauguradas 48 obras em fevereiro (R$ 991.096.137,840); 58 em março (R$ 1.406.262.383,19) e 12 em abril (R$ 1.282.887.627,42). Além do cronograma de inaugurações de obras, Marconi terá, também, agenda de vistoria de obras e de celebração de convênios pelo Goiás na Frente. À parte delas, mantém o cronograma de compromissos administrativos em Goiânia.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH