logomarcadiariodegoias2017

CNH. (Foto: Divulgação/Detran-GO)
cnh divulgacao detrango

O departamento de estatística do Detran-GO aponta que, no ano passado, foi registrado aumento de 77% no número de aprovados para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De 2017 a 2016, ocorreu um aumento de 8%, em Goiânia, e de 2%, em todo Estado.

Cerca de 67% dos candidatos homens inscritos para a prova prática de CNH conseguiram aprovação. Quanto às mulheres o índice foi de 44%. Na prova teórica, os índices são mais altos: 74% dos homens e 81% das mulheres são aprovados.

De acordo com o Detran-GO, o foco da autarquia é melhorar os índices de aprovação com qualidade na educação para formar bons condutores. Para isso tem colocado em prática a Resolução 168 do Denatran, que estabelece normas e procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores, realização dos exames até a expedição de documentos de habilitação. E ainda estabelece 60% como o mínimo de aprovação dos candidatos.

A modernização dos serviços prestados pela autarquia visa atingir um número satisfatório de aprovados nas provas de legislação e prática. Essa aprovação é resultado de conquistas evolutivas pelas quais o Detran vem passando.

Em abril de 2017 os Centros de Formação de Condutores (CFCs) foram isentos de pagar Imposto sobre Propriedade de Veículos, de veículos destinados à aulas de direção. A lei integra um pacote de medidas que buscam a melhoria da formação do condutor. A concessão do benefício foi condicionada à melhoria da prestação do serviço à sociedade, especialmente, ao aumento progressivo do índice de aprovação nas provas de prática de direção.

Além disso, o Detran tem investido na qualificação e formação do condutor com ações como implantação de biometria em todo processo de habilitação, prova teórica informatizada, e padronização das pistas de prova prática para que todos os candidatos do estado tenha a melhor formação possível.

Percurso

A padronização das pistas integra uma série de ações do Detran-GO que buscam elevar a qualidade da formação do condutor, de forma a prepará-lo para enfrentar com segurança as adversidades do trânsito, contribuindo para a queda dos índices de acidentes.

O novo modelo de pista busca reproduzir, ao máximo, situações que o condutor encontrará no dia a dia, respeitando os limites imposto pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O circuito de motocicleta, por exemplo, passou a exigir maior habilidade do candidato. Ele terá que fazer trajeto comum, rampa e transitar por uma área de desenvolvimento, que o obrigará a trocar marchas por várias vezes.

Segundo o presidente do Detran, Manoel Xavier, “A padronização integra um pacote de medidas no sentido de melhorar a formação de condutores. A meta é uniformizar os circuitos em todo o Estado. Queremos que o candidato perceba que não existe mais pista fácil ou difícil, que é um modelo só”, pondera.

Com a padronização a pista interna do Detran foi aberta para aulas práticas no local, assim o candidato junto com o instrutor, pode conhecer e utilizar o percurso onde vai realizar a prova.

Segurança

Para garantir um futuro bom condutor o Detran investiu em um pacote de medidas que buscam a melhoria da formação do condutor, e espera garantir a qualidade do ensino nos CFC’s. As aulas práticas passarão a ser monitoradas por GPS, fotografia e telemetria.

Os candidatos à obtenção da CNH terão monitoramento em tempo real do percurso feito durante as aulas práticas via GPS, além de já contar com a identificação biométrica do aluno e do instrutor. A medida visa mais segurança para os CFC’s e Detran, para comprovar o cumprimento da carga horária mínima das aulas práticas pelos candidatos. 

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH