logomarcadiariodegoias2017

Entrada do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
complexo prisional aparecida de goiania foto marcelo camargo agencia brasil

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) realizou uma operação de revista na Penitenciário Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na madrugada desta terça-feira (16).

Durante a vistoria foram encontradas quatro pistolas, um revólver, três artefatos explosivos improvisados, uma granada e 600 munições.

Por meio de nota, a DGAP informou que “está trabalhando fortemente, apoiada nos serviços de inteligência policial e tecnológico, para evitar que os presídios goianos sejam utilizados para prática criminosa”.

A operação integra o cronograma de ações ostensivas, que devem ocorrer em todas as unidades prisionais goianas, e que tem como objetivo inibis a entrada, bem como realizar a retirada de produtos ilícitos dos presídios.

Participaram da ação o Grupo de Operações Penitenciárias (Gope) e com as do Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar, com informações da DGAP.

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH