logomarcadiariodegoias2017

Princípio de rebelião na POG nesta sexta (Foto: MPGO)
penitenciaria odenir guimaraes

Um princípio de uma nova rebelião, desta vez na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), ocorreu por volta das 4:30 desta sexta-feira (5). Disparos de arma de fogo foram ouvidos na parte externa do complexo. Fumaça saiu de uma área da unidade prisional.  A Polícia Militar informou que encaminhou equipes do Choque, Bope, Graer, viatura de área e Cavalaria para o Complexo. Um helicóptero do Graer da PM sobrevoa o local. A ação foi controlada pela PMGO.

Barreiras foram colocadas em acessos em avenidas próximas ao complexo prisional em Aparecida de Goiânia. Não há informações sobre feridos na POG. A Diretoria de Administração Penitenciária informou que uma revista no local será feita. Equipes do Corpo de Bombeiros estão do lado de fora da unidade para caso haja alguma necessidade no interior da unidade prisional. Somente funcionários e integrantes das forças de segurança do estado têm autorização para entrar no espaço.

Em entrevista a imprensa, o Chefe de Comunicação da PM, Tenente Coronel Granja, informou que integrantes de algumas alas situadas ao fundo da penitenciária pretendiam entrar em confronto. Ele informou que o local estava sendo monitorado e foi possível desarticular a ação. Segundo o oficial não houve feridos nem mortos.

O tenente coronel declarou que ainda não é possível identificar qual o efetivo motivo, mas que não se pode descartar nenhuma hipótese. 54 bloqueados que estavam na Colônia Agroindustrial do Semiaberto foram transferidos para a POG, após a rebelião ocorreu na última segunda-feira (1).

O oficial explicou que possivelmente os barulhos de tiros tenham sido por meio de uma ação da PM, ele declarou que armas não letais são usadas para conter este tipo de ação. Ele declarou que o presídio está controlado e a PM ficará de prontidão no local.

Parentes dos presos começaram a chegar na porta do local por volta de 7:15 para obter informações sobre o que teria ocorrido. A entrada não foi permitida. Esta é a terceira rebelião que ocorre em menos de uma semana no complexo prisional em Aparecida de Goiânia. As duas primeiras foi na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto e esta última na Penitenciária Odenir Guimarães.

A Diretoria de Administração Penitenciária encaminhou uma nota informando que houve o controle da crise.

Veja nota abaixo

A Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informa que, na madrugada desta sexta-feira (05/01), por volta das 4h30, houve princípio de rebelião na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

O Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (Gope), com apoio da Polícia Militar, invadiu o presídio e retomou o controle do local.

Existiram focos de incêndio, já devidamente controlados. Não houve mortes.

A rápida ação das forças especiais de segurança pública, ancoradas nas informações do serviço de Inteligência, garantiu o controle da crise.

Por volta das 7h foi iniciado procedimento de revista.

A presente nota será atualizada tão logo existam novas informações.

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

Fatos antecedentes

Na última segunda-feira (1), na primeira rebelião, 242 presos fugiram. Faltam ainda a ser recapturados 87 detentos. Na ocasião, 9 presos foram mortos e 14 feridos. Uma vistoria foi feita por membros do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), acompanhados pela PM na última quarta-feira (3). Nesta quinta-feira (4), a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia recebeu o relatório que indicou ausência de ações preventivas da administração penitenciária para evitar os fatos ocorridos nesta semana.

Visita

Cármen Lúcia deverá ir à Aparecida de Goiânia para fazer uma vistoria no Complexo Prisional. O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), pretende pedir a presidente do CNJ que faça uma intermediação de uma reunião entre governadores e o ministro da Justiça, Torquato Jardim. O ministro fez críticas esta semana ao sistema prisional goiano.

Posse

Ás 10:30 hs desta sexta-feira está programada a posse da recém criada Diretoria de Administração Penitenciária. Participam do evento o secretário de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, o novo diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Edson Costa, e o tenente-coronel Newton Castilho, que assume a Superintendência Executiva da SSP.

Após a apresentação, o novo diretor-geral, coronel Edson Costa, deve conceder entrevista coletiva para a profissionais de imprensa. A lei estadual Nº 19.962 cria a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária de Goiás e permite ao Executivo a gestão da vaga prisional, hoje exercida pelo Poder Judiciário. Segundo o governo, a iniciativa fortalece a estrutura do sistema do Estado, que passa a contar com autonomia administrativa, orçamentária e financeira.

 Atualizada às 8:12 hs

Leia mais

Tentativa de rebelião contida pela SSP e PM no Semiaberto

Cármen Lúcia visitará Complexo Prisional de Aparecida na próxima semana

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA