logomarcadiariodegoias2017

A chefe do Grupo de Estelionato a outras fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Mayana Rezende, apresenta Jarbas Clemente Borba de 73 anos, Domingos Rodrigues de Faria de 71 anos, Ary Medeiros da Cunha e Welton Joaquim Gonçalves de 48 anos pela prática dos crimes de estelionato e receptação.

De acordo com a Polícia Civil, Ary e Welton se utilizavam de uma oficina gráfica, situado no Setor Aeroviário para promover a venda de cheques roubados e falsificados. Segundo as investigações, Jarbas e Domingos eram seus clientes e pagavam R$ 15,00 por cada folha de cheque ou R$ 300,00 pelo talonário.

Ary e Welton teriam sido responsáveis pela venda de 63 cheques falsificados de contas de um servidor do Tribunal de Justiça de Goiás, cujo valor somado chega a R$ 454.853,9. Os cheques foram utilizados no comércio de Goiânia em dez municípios goianos.

Veja o vídeo:

{youtube}NA8g-A_oias/youtube}

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH