logomarcadiariodegoias2017

Representante do Ministério do Trabalho, Igor Franco. (Imagem: Diário de Goiás)
igor franco representante do ministerio do trabalho imagem dg

Durante discurso em solenidade de lançamento do Programa Qualifica Goiás, nesta sexta-feira (29), o representante do Ministério do Trabalho Igor Franco informou que o governo federal já depositou R$ 4 milhões do Sistema Nacional do Emprego (Sine) para o programa que será realizado no estado.

“Hoje, como nosso último dia útil do ano, viemos prestigiar esse momento, trazendo aqui hoje quase R$ 17 milhões de investimentos do governo federal, que serão divididos da seguinte forma: R$ 6,2 milhões para a qualificação profissional. [...] O Ministro Ronaldo Nogueira, antes de deixar o cargo, pagou quase R$ 4 milhões do convênio do Sine e já está na conta. Também já foi feita a renovação do convênio para ano que vem, quando serão investidos mais R$ 7 milhões do governo federal”, afirmou o representante.

Igor Franco ressaltou que apenas em Goiânia existem mais de 50 mil desempregados, mas que também há a oferta de aproximadamente 600 vagas de trabalho por dia, que não são ocupadas por falta de qualificação dos candidatos.

“Hoje, levando isso a nível federal para que vocês entendam 12 milhões de pessoas desempregadas. Dessas, temos cerca de 1 milhão de vaga de emprego/dia – é muita coisa – que não são preenchidas por conta da qualificação profissional. Tem a vaga, mas não tem a mão-de-obra qualificada para poder ocupar essa vaga. Então, o Ministério do Trabalho, muito preocupado com isso, vem trabalhando duro em 2017 para que em 2018 esses dados sejam diferentes. Em Goiás, viemos fazer esse investimento de R$ 6,2 milhões para o governo do Estado”, disse.

Qualifica Goiás

A ação tem como finalidade reintegrar os profissionais ao mercado de trabalho, propiciando qualificação, por intermédio de cursos de formação profissional. Na primeira fase do programa, os cursos serão ofertados na modalidade Educação a Distância (EaD), a serem realizados por meio do “Portal Qualifica Goiás”. Já a segunda etapa será composta pela modalidade presencial.

De acordo com a secretária de Cidadania, Lêda Borges, a expectativa é que cerca de 40 mil pessoas sejam atendidas pelo programa no ano de 2018. Ela afirmou que na primeira etapa do Qualifica Goiás serão atendidos reeducandos do sistema prisional.

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA