logomarcadiariodegoias2017

Solenidade foi realizada nesta sexta, 29. (Foto: Mantovani Fernandes)
marconi perillo e alexandre baldy foto mantovani fernandes

Na solenidade em que foram contratados os R$ 380 milhões para obras de saneamento em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, afirmou que os recursos só puderam ser liberados porque Goiás é um estado que cumpriu todas as metas fiscais e reúne as condições necessárias para a contratação de novos investimentos, ao contrário de outros estados da Federação.

O ministro fez referência ao esforço do governador Marconi Perillo, junto ao Ministério das Cidades, para viabilizar os recursos na esfera do programa IN-14, que vence em 31 de dezembro, último dia do ano. “Esse programa, com esses aspectos e especificidades de taxas de juros e prazo para pagamento, se encerra neste 31 dezembro de 2017, daí o esforço para que Goiás pudesse ser abrangido”, contou.

Por fim, Alexandre Baldy reafirmou a dedicação e o esforço do governador, para que pudesse ser celebrado “o bem das famílias, que é o fornecimento de água em suas casas”.

O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, afirmou que o investimento, na reta final do ano, é um “presente de Natal muito bom”. Brincou que nunca viu um projeto ser concluído em tão pouco espaço de tempo – de 14 a 29 de dezembro -, clara demonstração do empenho de todos – governo estadual, prefeitos, Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. “Esse investimento constrói as bases de 2018”, arrematou Jalles.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA