Reprodução
pastor alexandre matou pastora

A pastora Ailsa Regina Gonzaga, de 40 anos, que estava desaparecida desde o último de 8 de novembro, foi morta a facadas pelo pastor Alexandre de Souza e Silva, de 47, que confessou o assassinato. Segundo informações da Polícia Civil, o pastor foi preso no início da tarde desta quinta-feira (28), em Brasília.

De acordo com o delegado Valdemir Pereira “Branco”, Alexandre é foragido da justiça e responde por crime de latrocínio ocorrido no ano de 2002, em Itumbiara, e é suspeito de outros crimes, os quais ainda serão apurados.

O pastor apontou para a polícia o local onde ele teria enterrado o corpo de Ailsa, numa mata no município de Aragoiânia. Na próxima terça-feira (2), haverá uma coletiva de imprensa para esclarecer os detalhes do caso, como imagens do autor.

Veja o vídeo:

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA