logomarcadiariodegoias2017

Por meio de nota, a Polícia Civil de Goiás informou que o caso das mortes da menina Ana Júlia Monte de Calvares e do pai dela, Carlos Alves Pereira de Calvares, está sendo investigado pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), sob coordenação do delegado Douglas Pedrosa.

As mortes ocorreram na manhã desta quarta-feira (27), no Setor Parque Oeste Industrial, em Goiânia. A criança foi encontrada com um ferimento grave na cabeça, desacordada, com 70% do corpo queimado e dentro do banheiro da residência. O pai dela também foi encontrado desacordado e na porta do banheiro. A casa estava pegando fogo, com diversos focos, nos dois quartos, sala e cozinha, o que, segundo o Corpo de Bombeiro, indica um incêndio criminoso.

A criança foi reanimada e chegou a ser levada para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) com vida, mas não resistiu e veio a óbito. Já Carlos Calvares morreu no local.

Segundo Pedrosa, uma das filhas de Carlos, assim como vizinhos dele, foram ouvidos ontem, ainda no local do incêndio, e outras testemunhas devem ser ouvidas nos próximos dias. De acordo com a Polícia, a corporação teve acesso a mensagens que apontam para um quadro depressivo de Carlos, supostamente por conta do fim de um relacionamento conjugal, no entanto, pondera no sentido de confirmar quaisquer informações conclusivas a respeito da cena das mortes.

Ainda conforme nota da Polícia Civil, o delegado Douglas Pedrosa aguarda os laudos de necropsia e do local de morte violente para só então finalizar o inquérito e se pronunciar a respeito das investigações.

O corpo de Ana Júlia está sendo velados em uma igreja no Setor Vila Luciana, em Goiânia, e devem ser sepultados às 12h no Cemitério Municipal de Guapó. Já o corpo de Carlos será velado no início da tarde e deve ser sepultado no Cemitério Parque, na capital.

Leia mais:

Pai agride filha e incendeia casa

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA