logomarcadiariodegoias2017

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), informou nesta segunda-feira (18) que determinou ao Comando da Guarda Civil Metropolitana (GCM) que os agentes sejam retirados das rondas nas ruas da capital e passem a fazer o policiamento de imóveis públicos.

“Já tomamos uma posição e fizemos uma determinação. A Guarda Civil Metropolitana não mais vai prestar serviço de segurança pública nas ruas, que é função da Polícia Militar e Civil. A Guarda Civil Metropolitana vai cuidar de todos os prédios públicos municipais, postos de saúde, escolas, praças, parques. Então, esses guardas estarão trabalhando para evitar, além desse bandidismo que se observa, o furto de material, de computadores, de tudo. Quer dizer, quebram janelas, portas, isso não vai acontecer mais”, disse.

Durante coletiva de imprensa, o prefeito não informou como serão feitas as escalas e quantos guardas civis ficarão em cada prédio público, mas que a medida é imediata. “Muitas vezes, se houver fica um à noite, fica um de dia e outro à noite, mas isso nosso comandante da Guarda já está determinado de como fazer e fazer com a maior rapidez possível.

Em relação a essa decisão, o comandante do Policiamento da Capital, tenente-coronel Ricardo Rocha, disse ao Diário de Goiás que concorda em partes. Segundo o comandante, a Guarda deve, sim, fazer o policiamento de escolas, parques e demais prédios públicos, mas também auxiliar o trabalho da polícia.

“A Guarda Civil precisa cuidar das escolas municipais, dos prédios públicos, dos Cais, das creches, dos parques e às vezes é direcionado fazendo o patrulhamento nas ruas em detrimento desses locais. Agora, a Guarda Civil também precisa apoiar os seus fiscais. É trabalho da Guarda Civil dar segurança aos fiscais de posturas, por exemplo, que atuam nos terminais de ônibus, no Eixo Anhanguera, nas feiras. A Guarda Civil precisa atuar em apoio aos órgãos que têm o poder de polícia na Prefeitura. O prefeito não está todo errado. A Guarda querer também fazer o trabalho de polícia e esquecer das atribuições dela. Eu repito: creches, Cmeis, Cais, parques, escolas municipais”, afirmou o comandante.

Veja entrevista:

Leia mais:

 

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA