As frentes de serviço das dez maiores obras do Goiás na Frente em execução no Estado avançam e serão entregues pelo governador Marconi Perillo no decorrer do ano que vem. Executadas pela Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas, as obras estão recebendo investimentos que variam entre cerca de R$ 100 milhões e R$ 330 milhões e estão distribuídas em diferentes regiões do Estado, localizadas em Goiânia, Anápolis, Nerópolis, Uruaçu, Chapadão do Céu, Mineiros, Caldas Novas, Morrinhos e Colinas do Sul.

"Estamos construindo obras de infraestrutura econômica e social estratégicas para o desenvolvimento de Goiás nas próximas gerações", afirma o governador Marconi Perillo, que acompanha de perto a execução de todas as obras. "Vamos deixar um legado de crescimento, da agricultura aos serviços, com destaque para o turismo, construindo, principalmente uma malha logística, além de obras de educação e saúde que vão aumentar a qualidade de vida dos goianos", afirma.

Juntas, as 10 obras somam R$ 1,684 bilhão em investimentos. A obra mais cara, em fase final, é o Aeroporto de Cargas de Anápolis, orçado em R$ 332 milhões. A pista está praticamente pronta, e poderá receber os maiores aviões do mundo. Ela será integrada à Plataforma Multimodal de Anápolis, consolidando o município como um dos maiores polos logísticos do País.

Também está localizada em Anápolis e quinta maior obra em execução no Estado, o Centro de Convenções de Anápolis, complexo que vai reforçar a vocação da cidade para eventos e a logística. A obra, segundo a Agetop, está 73% concluída e receberá investimento total de quase R$ 155 milhões.

Da 2ª à 4ª posição no ranking de maiores obras em execução pelo governo Marconi Perillo estão três rodovias estaduais, duas delas obras de duplicação. São as rodovias estaduais GO-070, GO-080 e GO-132. A duplicação do trecho final da GO-070, entre Itauçu e a Cidade de Goiás, com extensão de 66,9 quilômetros, está 81,1% concluída e receberá R$ 253 milhões em investimentos. É a segunda obra mais cara em execução no Estado, informa a Agetop.

A duplicação da rodovia estadual GO-080, entre Goiânia e Nerópolis, no entroncamento com a rodovia federal BR-153, é a terceira maior obra em execução no Estado. O trecho com obras de duplicação em andamento tem 63,3 quilômetros de extensão e recebe investimentos de R$ 219,2 milhões. A construção das duas pistas está 82% concluída, segundo a Agetop.

Entre Colinas do Sul e Minaçu está em construção a rodovia estadual GO-132, a quarta obra mais cara em execução no Estado pelo governo Marconi Perillo. Ela está 90,7% pronta e está recebendo investimentos de R$ 191,2 milhões em seus 83,9 quilômetros de extensão. A rodovia é estratégica porque vai encurtar a distância entre o Entorno do Distrito Federal e o Norte Goiano.

A duplicação da rodovia estadual GO-213, entre Morrinhos e Caldas Novas é a 6ª obra mais cara em execução no Estado pela Agetop. Cada pista tem 48,3 quilômetros de extensão e a rodovia receberá R$ receberá ao todo R$ 129,6 milhões em investimentos do Goiás na Frente. A duplicação é estratégica para o turismo do Estado, já que Caldas está entre os principais destinos do País.

O Hospital Regional de Uruaçu, que vai integrara a Rede Hugo, é a sétima obra mais cara em execução no Estado. Com valor contratado de R$ 111,2 milhões, a unidade está com as obras 79% concluídas. O hospital é uma demanda histórica da região e nascerá como um dos maiores da rede estadual de saúde.

O Goiás na Frente é o maior programa de investimentos do Brasil pós-crise. São R$ 9 bilhões em investimentos públicos e privados, dos quais R$ 6 bilhões são em recursos públicos. Da fatia de recursos públicos, R$ 5 bilhões do são do Tesouro Estadual e R$ 1 bilhão são da União. Desses R$ 5 bilhões, além disso, R$ 500 milhões estão reservados para os convênios com as prefeituras, que recebem os recursos e executando as próprias obras, de acordo com suas prioridades.

As três obras que completam a lista das dez maiores também são rodovias. À frente da lista esta a construção da rodovia estadual GO-306, do entroncamento da GO-341, em Mineiros, com a GO-050, em Chapadão do Céu.  A rodovia tem 62,3 quilômetros de extensão e, segundo a Agetop, custará, o valor total de R$ 109,6 milhões – a obra está 42,5% concluída.

De Divinópolis de Goiás ao entroncamento da rodovia estadual GO-118 está em construção a rodovia estadual GO-447, a 9ª maior obra em execução no Estado, com 41,6% dos serviços concluídos. São R$ 96,9 milhões em investimentos com recursos do Goiás na Frente, informa a Agetop.

Entre Chapadão do Céu entroncamento da rodovia federal BR-364 está em construção a rodovia estadual GO-050, que completa a lista das dez maiores obras em execução no Estado pela Agetop, com recursos do Goiás na Frente. São 123 quilômetros de extensão estratégicos para a economia da região e sua interligação como extremo Sul de Goiás. Ela está 31,2% concluída e receberá investimento total de R$ 96,9 milhões.

SAIBA MAIS
Conheça os detalhes das 10 maiores obras em execução no Estado

1.º lugar
Aeroporto de Cargas de Anápolis (fase final)
Valor contratado: R$ 332 milhões

2.º lugar
GO-070: Itauçu/Goiás (duplicação) / (66,9 quilômetros)
Valor contratado: R$ 253 milhões (81,1% concluídos)

3.º lugar
GO-080: Nerópolis/BR-153 (duplicação) / (63,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 219,2 milhões (82% concluídos)

4.º lugar
GO-132: Colinas do Sul/Minaçu / (83,9 quilômetros)
Valor contratado: R$ 191,2 milhões (90,7% concluídos)

5.º lugar
Centro de Convenções de Anápolis
Valor contratado: R$ 154,3 milhões (73% concluídos)

6.º lugar
GO-213: Morrinhos/Caldas Novas (duplicação) / (48,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 129,6 milhões (35,6% concluídos)

7.º lugar
Hospital Regional de Uruaçu
Valor contratado: R$ 111,2 milhões (79% concluídos)

8.º lugar
GO-306: Entroncamento da GO-341 (Mineiros) com a GO-050 (Chapadão do Céu) / (62,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 109,6 milhões (42,5% concluídos)

9.º lugar
GO-447: Divinópolis de Goiás/Entroncamento com a GO-118 (60,8 quilômetros)
Valor contratado: R$ 96,9 milhões (41,6% concluídos)

10.º lugar
GO-050: Chapadão do Céu/BR-364 (123 quilômetros)
Valor contratado: R$ 96,9 milhões (31,2% concluídos)

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA