Governador Marconi Perillo e secretário de Saúde, Leonardo Vilela. (Foto: Mantovani Fernandes)
marconi perillo e leonardo vilela foto mantovani fernadnes

O governador Marconi Perillo liberou, na manhã desta quinta-feira (30), R$ 100 milhões para 243 municípios goianos investirem na saúde pública. A solenidade foi realizada no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, na Praça Cívica. O repasse faz parte da quitação da contrapartida do Tesouro Estadual com as prefeituras para atender 10 programas de saúde. Os recursos são relativos aos meses de março a dezembro de 2017, com o pagamento adiantado do mês de novembro. Com isso, o governo coloca em dia os débitos com as prefeituras.

“Na verdade, não são apenas R$ 100 milhões para a Saúde, mas, sim, R$ 120 milhões, se contabilizarmos as emendas parlamentares. O dinheiro do repasse já está na conta da Caixa e os recursos das emendas estarão disponíveis em dezembro. Eu quero ratificar que não vai faltar dinheiro para as emendas parlamentares da Saúde, da Educação ou de qualquer outra área”, afirmou Marconi, que pediu agilidade na liberação dos documentos para que os recursos cheguem rapidamente aos municípios.

Segundo o secretário de Saúde, Leonardo Vilela, a conclusão do repasse da contrapartida aos municípios vai possibilitar aos secretários municipais da área a ampliação da oferta de serviços básicos de saúde e a melhoria do atendimento. “Essa liberação de recursos vai atender as equipes de Saúde da Família, Samu, o serviço de assistência farmacêutica e muitos outros”, disse. Ele explicou que “Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia não estão incluídas nos R$ 100 milhões, porque essas cidades recebem o repasse diretamente do Ministério da Saúde, por meio de um protocolo de cooperação entre entes públicos”.

 O deputado estadual Mané de Oliveira (PSDB) discursou em nome dos parlamentares e fez elogios ao trabalho de Marconi: “Eu nunca vi em toda a minha vida, como jornalista, nenhum governador com tanto prestígio em nível nacional, tão municipalista, que administra sem olhar a cor da camisa e o partido do prefeito. Eu não tenho medo e nem receio de dizer que ele não vai parar por aqui. Eu quero viver para poder, um dia, almoçar com ele pelo menos no Palácio do Jaburu”, reconheceu o deputado. Mané de Oliveira disse que conhece um governante “pelo time que ele tem, pela equipe escalada por ele. O resultado está aí. Sucesso total com essa equipe afinada”. O deputado finalizou dizendo que, em função de tudo isso, “nós, goianos, somos abençoados por Deus”.

 O presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM) e prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio de Rezende (PSDB), destacou que “o governador, mais uma vez, atendeu a um pedido da AGM para que as prefeituras possam fechar suas contas. Em nome de todos os prefeitos, eu agradeço ao governador Marconi Perillo, um administrador municipalista, que sempre estende sua mão amiga para socorrer os municípios”. O prefeito de Santa Bárbara de Goiás, Wagner Vaz (PP), ressaltou que a liberação desse montante “vai garantir que não fechemos o ano no vermelho, graças à atitude do governador que analisou, de forma criteriosa, a situação de cada prefeito do Estado”.

Compareceram também à solenidade os secretários Joaquim Mesquita (Gestão e Planejamento), João Furtado (Fazenda), Talles Barreto (Extraordinário), Antônio Faleiros (Iquego), Haroldo Naves (presidente da FGM e prefeito de Campos Verdes), dezenas de prefeitos e parlamentares.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA