Tiroteio ocorreu em uma área movimentada de Senador Canedo (Foto: Reprodução You Tube)
tiroteiro em senador canedo foto reproducao you tube

O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) acompanhará as investigações dos disparos que mataram um suspeito de assalto e um refém, em Senador Canedo. A informação foi divulgada pelo Cidade Alerta Goiás. De acordo com o telejornal, dois promotores de Justiça do Núcleo que investiga situações em que ocorrem confrontos entre suspeitos e policiais, a suspeita é de que o caso seja de execução.

O responsável pelas investigações, delegado Matheus Noleto, titular do Grupo de Investigação de Homicídios de Senador Canedo, informou que obteve novas imagens durante a tarde desta terça-feira (28) que mostram a dinâmica do fato. Segundo o delegado, os policiais militares não cumpriram o procedimento padrão durante a abordagem. No entanto, Matheus Noleto informou que é necessário individualizar as condutas.

“As imagens demostram que houve um desrespeito ao procedimento operacional padrão. Não foi feita a abordagem da forma como deveria. [...]Temos que individualizar as condutas. Isso significa que nem todos os policiais militares que estavam naquela ocorrência praticaram condutas ilícitas”, afirmou o delegado ao Cidade Alerta Goiás.

Matheus Noleto acredita que as imagens não foram manipuladas, mas todas as imagens capturas pela Polícia Civil serão encaminhadas para o departamento de inteligência da corporação para que seja verificada a autenticidade e veracidade.

“Iremos agora completar os trabalhos periciais, elementos de munição, confronto com as armas para verificar quais policiais efetuaram os tiros. Continuaremos em busca de outras imagens que possam esclarecer a situação e, no momento seguinte, faremos as oitivas”, disse.

O delegado também não informou quantos policiais militares estariam envolvidos na ação, mas “a princípio” é possível identificar duas viaturas, com duas equipes diferentes.

Veja coletiva de imprensa da Polícia Civil:

Leia mais:

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA