Marconi ministrou palestra em São Paulo nesta segunda, 27. (Foto: Wagnas Cabral)
marconi perillo palestra xp investimentos foto wagnas cabral

O governador Marconi Perillo cumpriu, nesta segunda-feira (27), extensa agenda de trabalho em São Paulo e, entre os compromissos, falou sobre as perspectivas da economia nacional para investidores durante palestra na XP Investimentos.  A iniciativa faz parte da agenda da companhia de aproximar os governos do mercado financeiro, com o tema Conectando Governo, Empresários e Mercado Financeiro. 

Partindo da perspectiva político-econômica, Marconi fez uma radiografia do Brasil atual, das causas que levaram ao colapso da economia e quais são os cenários para o futuro. Após sua explanação, respondeu a perguntas feitas pelos investidores.

A XP Investimentos é uma das maiores instituições financeiras do país, com 450 mil clientes e R$ 90 bilhões em ativos. Além do Brasil, o Grupo XP possui escritórios em diversas cidades do mundo. A empresa tem escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro, e mais de 660 escritórios de agentes credenciados em 25 estados brasileiros.

Mais cedo, o governador anunciou, após encontro com o presidente do Grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, a instalação da montadora chinesa Chery em Anápolis. A Caoa é representante da marca no Brasil, assim como da Hyndai, em operação no município goiano. Com a confirmação da vinda da Chery, Goiás assume a terceira posição no ranking automotivo do País, ao lado do Rio Grande do Sul, atrás apenas de Paraná e São Paulo.

Com a Chery, passa a ter, além da Hyundai, linhas de montagem da John Deere, da Mitsubishi e da Suzuki, as três em Catalão. No encontro com Marconi, o presidente do Grupo Caoa afirmou que investirá cerca de US$ 2 bilhões em Goiás, no município de Anápolis, e em Jacareí, interior de São Paulo. "Nós pretendemos investir na instalação da fábrica em Goiás e na ampliação da produção em Jacareí, aproximadamente US$ 2 bilhões, a maior parte na fábrica de Goiás, três vezes maior que a de São Paulo", afirmou Carlos Alberto.

A Chery deve gerar de 5 mil a 6 mil empregos diretos no Estado. A nova montadora vai atrair novos investimentos e empregos indiretos, porque demandará novas fábricas de peças e de outros fornecedores. O presidente do Grupo Caoa disse que o Brasil tem condições de emplacar, em 2023 ou 2024, seis milhões de veículos. "Nós estamos fazendo de tudo para que o primeiro veículo seja fabricado em julho de 2018", disse.

"A infraestrutura de rodovias, logística e o ambiente de negócios proporcionados pelo Governo do Estado foram decisivos para a escolha de Goiás para sediar a segunda fábrica da Chery no País. "Na verdade serão duas montadoras (Hyundai e Chery) e uma fábrica. Com isso Goiás chega a cinco montadoras, incluindo a John Deere, e passa a ser o 3° polo automotivo do Brasil. São investimentos vultosos que vão transformando Goiás, cada vez mais, num Estado industrial e gerador de empregos", destacou Marconi.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA