Estudantes embarcaram nesta quinta, 23. (Foto: Rodrigo Cabral)
estudantes do goias sem fronteiras foto rodrigo cabral

Um clima de festa, emoção e euforia marcou o embarque dos estudantes do ensino médio das escolas públicas da Rede Estadual, selecionados para a primeira viagem pelo Programa Goiás Sem Fronteiras, rumo Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA). O governador Marconi Perillo mandou mensagem exaltando o esforço e a dedicação dos estudantes selecionados e desejando êxito total na viagem que iniciam ao exterior, fazendo votos de que essa experiência seja muito frutífera para a continuidade da vida de cada um deles.

Os 125 alunos farão intercâmbio cultural de 28 dias, com todas as despesas pagas pelo Governo de Goiás. Os estudantes e mais 12 monitores embarcaram nesta quinta-feira, dia 23, de Goiânia para Guarulhos, em São Paulo, e, de lá, para Nova Iorque. Marconi destacou que o Goiás Sem Fronteiras é a materialização de um compromisso de seu plano de governo, e a prova de que a educação pública de qualidade é democratizadora de oportunidades.

Segundo ele, a esses estudantes está reservado um capítulo importante da história de Goiás. “Aproveitem esse conhecimento, estudem mais ainda, cresçam, ocupem os melhores espaços na educação e no mercado de trabalho, e nos ajudem a transformar cada vez mais Goiás em um Estado grande, próspero no nosso País”, observou o governador na mensagem.

Troca de conhecimentos - "Esta é uma iniciativa ótima do governo, que está de parabéns,” garante o jovem Thaisson Ricardo Gomes Pickardt, de 17 anos, sobre  o Governo de Goiás, ao desenvolver o  programa Goiás Sem Fronteiras. Thaisson, que é estudante do Colégio Estadual Gorgina Rodrigues Coelho, na cidade de Guaraíta, no interior do Estado, destaca a importância do programa como uma oportunidade para estudantes, sobretudo os do interior que, como ele, não têm muito acesso e nem  oportunidade de fazer intercâmbio cultural no exterior por diversos motivos, sendo o econômico o maior deles. “O programa é uma porta de oportunidade para que possamos conhecer, além de outro idioma, outras culturas também. É uma chance ímpar de trazermos novos conhecimentos e experiências para nosso Estado e de tentar implementar tudo isso em nossa escola”, constata ele.

Diversidade cultural - “Explorar a diversidade cultural do país e interagir muito com as pessoas” é o que o estudante Matheus Marques pretende fazer em Nova Iorque. Ele está começando a cursar o segundo ano do Ensino Médio no Colégio da Polícia Militar de Goiás (CPMG) Polivalente Modelo Vasco dos Reis, em Goiânia. Ele conta que teve muito incentivo dos amigos e da família e, tudo isso, somado a uma imensa vontade que sempre teve de fazer um curso no exterior. Matheus quer cursar Engenharia Espacial no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) daqui a alguns anos.

Currículo incrementado - Heloísa Coelho Gontijo tem 17 anos e é aluna do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Deputado José Alves de Assis, em Itapuranga. “A seleção foi muito concorrida e eu até pensei que não iria passar”, desabafa. Para ela, a viagem vai ser muito importante porque “ter fluência em uma segunda língua e um intercâmbio no currículo é fundamental para abrir portas em universidades, aqui no Brasil, e no exterior, e também será um diferencial em um currículo no mercado de trabalho”. Heloísa aguarda o resultado da segunda fase do Enem e quer fazer faculdade de Medicina em breve.

Um sonho realizado - “Esse programa é um sonho do governador Marconi Perillo e nós, da Secretaria de Governo (Segov), na gestão do secretário Tayrone Di Martino, colocamos todo o esforço possível para que esse momento se realizasse” afirma o superintendente da Juventude da Segov, Leonardo Felipe. Segundo ele, para cada turma de 25 estudantes dois monitores vão acompanhando, “para que tudo transcorra dentro da maior naturalidade possível”.

Em Nova Iorque, os estudantes ficarão durante 28 dias onde terão aulas de inglês intensivo e competências globais (liderança, empreendedorismo, governança e negociação) durante todo o dia, começando pela manhã seguindo até as sete da noite.

Despesas pagas - Seis mil estudantes do Ensino Médio se inscreveram no processo de seleção para estudar durante um mês nos Estados Unidos, com todas as despesas pagas pelo Governo de Goiás. Passagem, hospedagem, alimentação, material didático e roupas de frio são subsidiadas pelo programa, desenvolvido pelo Governo de Goiás e coordenado pela Segov. A cada um estudante é garantido ainda um subsídio de 100 dólares por semana, para custeio de eventuais despesas na cidade.

Contrapartida - O bolsista selecionado terá de oferecer contrapartida por meio de palestras, minicursos ou outras formas de transferência do conhecimento adquirido. Essa contrapartida está estipulada no regulamento do programa.

Leia mais:

 

 

 

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA