Marconi Perillo em reunião no Ministério dos Transportes. (Foto: Wagnas Cabral)
marconi perillo no ministerio dos transportes foto wagnas cabral

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, e toda a sua equipe receberam o governador Marconi Perillo nesta quarta-feira (22), em Brasília, para tratar de temas relacionados a obras de infraestrutura rodoviária de interesse do Estado de Goiás. Participaram os representantes da ANTT e do DNIT, incluindo o superintendente regional do DNIT para Goiás e o Distrito Federal, Flávio Prates. Marconi pediu “providências” e, em alguns casos, “urgência” na efetivação de investimentos sensíveis à economia goiana e do país.

 Na pauta, entre os principais temas, a concessão da rodovia Belém-Brasília para que ela possa ser duplicada. “Essa rodovia é muito perigosa e precisa urgentemente da duplicação”, pontuou o governador que pediu, também, a concessão da rodovia BR-364, “rodovia que liga Itumbiara a Rio Verde até Rondonópolis, estratégica para Goiás”. Ainda sobre rodovias, Marconi solicitou ao ministro que ele autorize a “conclusão de um trecho da BR-070, que liga a Belém-Brasília a Itaguari, obra que ajudei a executar quando fui senador da República”.

Contorno da BR-153 e Ferrovia Norte-Sul - A construção de uma via que contorne o trecho urbano da BR-153 em Goiânia mereceu destaque: “Eu pedi a ele (Maurício Quintella) que busque no Tribunal de Contas da União uma solução para que essa obra seja realizada. Afinal de contas, Goiânia está ficando entupida nesse perímetro urbano da BR-153”. A conclusão e posterior concessão da Ferrovia Norte-Sul foi outro tema abordado pelo governador. Ele explicou que a “concessão” da ferrovia “deverá acontecer no primeiro trimestre do ano que vem”.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA