Funcionários paralisaram atividades (Foto: Arquivo DG)
santa casa de misericordia de goiania

Trabalhadores que atuam na Santa Casa de Misericórdia de Goiânia paralisaram as atividades nesta terça-feira (21). A greve é por tempo indeterminado. O motivo alegado pelos profissionais é que há falta de pagamento. Os funcionários alegam que ainda não receberam os salários do mês de outubro.

A direção da Santa Casa esperava um repasse de R$ 3,3 milhões, mas nesta segunda-feira (20), havia entrado no caixa somente R$1,29 milhão. Parte do recurso seria usado para quitar a folha de pagamento.

A promessa era que o pagamento dos funcionários fosse realizado na semana passada, o que não ocorreu. Até o momento ainda não há uma previsão concreta de quando o pagamento será feito. Médicos, incluindo os Residentes, já estão há três meses sem receber.

O Diário de Goiás não consegui contato com representante da Santa Casa de Misericórdia para tratar do assunto e até o momento não tivemos resposta da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA