Foto: Paulo Pinto / Fotos Públicas
dia da consciencia negra foto paulo pinto fotos publicas

Nesta quarta-feira (22) a Secretaria Cidadã realiza solenidade de entrega da comenda Zumbi dos Palmares, às 10 horas, na sala Dona Gercina Borges do Palácio das Esmeraldas, na Praça Cívica. A comenda faz parte das atividades em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra.

Instituída pela Lei nº 16.239, de 18 de abril de 2008, a Comenda Zumbi dos Palmares tem a finalidade de agraciar personalidades físicas e jurídicas que se destacam por ações contra a discriminação racial e quaisquer outras formas de intolerâncias, bem como ações e atividades que contribuem para a promoção da igualdade racial em Goiás. Ao todo, serão 10 homenageados. O Dia Nacional da Consciência Negra exalta a origem africana do povo brasileiro e conclama a todos na luta contra qualquer manifestação de intolerância e discriminação racial.

“É um compromisso nosso promover políticas públicas que buscam a superação do racismo e de outras formas de preconceito na sociedade. Essa nossa singela homenagem é um reconhecimento do Governo de Goiás a esses valorosos homens e mulheres que lutam pela igualdade racial em nosso Estado”, diz a deputada estadual licenciada Lêda Borges, titular da Secretaria Cidadã.

A data ressalta a busca por maior participação e cidadania para os afro-brasileiros, que se associam a outros grupos para dizer não ao racismo, à discriminação e ao preconceito racial. A comenda Zumbi dos Palmares é representada por troféu e certificado a serem entregues aos agraciados.

Entre os 10 homenageados estão Sandra Regina Martins Gomes, do Movimento Negro de Goiânia; Bartolomeu Xavier de Sousa Filho, professor de Piranhas; sargento Karen Carrijo, do Projeto Polícia Comunitária nos quilombos de Cavalcante e região; Associação Quilombola Flores Velha, de Flores de Goiás e UNB/Campus Planaltina, como instituição de ensino superior que contribui para o desenvolvimento da cultura afro-brasileira. Cada categoria homenageada leva o nome de uma personalidade marcante da cultura afro-brasileira. 

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA