ladrao de cargaA Polícia Civil de Goiás, através do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri), ligado à 3ª Delegacia Regional de Polícia de Anápolis, participou, nesta segunda-feira, 20, em conjunto com a Polícia Civil do Distrito Federal, de uma operação para prender uma quadrilha especializada em roubos de cargas na BR-060, entre Anápolis e Brasília.

 A operação Anicetus, que utilizou dois helicópteros e 90 policiais civis do Distrito Federal, tinha como objetivo cumprir 14 mandados de prisão temporária e 17 mandados de busca e apreensão. Nove adultos foram presos e um menor de idade apreendido. Entre os alvos, estava um dono de açougue em Anápolis e Goianésia que, de acordo com a Polícia, comprava cargas de gado roubado pela quadrilha. Outros três suspeitos de integrar o bando foram presos durante as investigações. Os acusados já possuem passagens por homicídios e roubos de cargas e crimes contra o patrimônio em diversos estados.

A Polícia apreendeu veículos, celulares e armas que eram usados pelos suspeitos em roubos de cargas. Segundo o delegado Fernando César, que comandou a operação, o grupo é responsável por 80% dos roubos de cargas do DF e de Anápolis. O delegado explicou ainda que a investigação teve início há seis meses, mas acredita que o grupo agia há um ano.

A Operação foi batizada Anicetus em alusão ao pirata Anicetus, que atuou no Mundo Antigo.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA