Iris Rezende está insatisfeito com paralisação do BRT (Foto: Jackson Rodrigues- Pref de Goiânia)
iris foto jackson rodrigues

Bruno Araújo desembarcou do Governo Temer. O Tucano deixou o Ministério das Cidades. Ele havia prometido ao prefeito Iris Rezende durante inauguração de moradias no Residencial Nelson Mandela, em Goiânia, que iria com o prefeito da capital onde fosse preciso para desentravar o BRT Norte Sul. Com a saída do peessedebista, as tratativas relativas a obra permaneceram paradas. O prefeito destacou neste sábado (18), que é preciso aguardar do presidente Michel Temer definir um novo ministro para continuar tratando do assunto.

As obras do BRT estão paralisadas desde julho. As ações foram paradas após suspeitas de irregularidades constatadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Foi identificado que há sobrepreço em alguns itens. No entanto, o próprio TCU já se manifestou que poderia adotar o Regime de Preço Global, em que valores mais altos seriam compensados em itens com preços mais baixos. A execução do corredor BRT Norte Sul é de responsabilidade das empresas EPC e WVG.

“Lamentavelmente estava marcada uma audiência com o Ministro das Cidades, mas ele saiu. Mas o anterior me prometeu que iria onde fosse preciso para ir comigo para resolver o problema. Estou chamando atenção das autoridades. O ministro do Tribunal de Contas entendeu que se há sobrepreço em alguns itens, em outros o valor é mais baixo. Ele deu um parecer favorável. Fica aí discutindo abobrinha, isso não tem nada a ver”, afirmou.

Leia mais

Caixa e Prefeitura se reúnem na próxima semana para destravar obra do BRT

Obras do BRT Norte Sul serão retomadas somente em 2018

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA