policia federal marcelo camargo ebcA Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (14/11) a Operação Anaideia, que investiga o desvio de aproximadamente R$ 3 milhões do Fundo Municipal de Saúde do Município de Aparecida de Goiânia/GO.

Cerca de 100 policiais federais cumprem 49 mandados judiciais, sendo 2 mandados de prisão temporária, 28 mandados de busca e apreensão e 19 mandados de condução coercitiva, expedidos pela Subseção Judiciária de Aparecida de Goiânia/GO. As ordens judiciais estão sendo cumpridas nos municípios de Goiânia/GO, Goianira/GO, Aparecida de Goiânia/GO, Jataí, Rio Verde/GO, São Paulo/SP, São José do Rio Preto/SP, Pinhais/PR e Curitiba/PR.

A PF apurou que uma ex-servidora da Prefeitura de Aparecida de Goiânia/GO, utilizando da função que exercia, inseriu informações falsas no sistema de pagamento e desviou recursos que eram destinados às ações para preservação da saúde da população, creditando tais recursos em conta de uma empresa pertencente a esse companheiro. As investigações revelaram ainda que esses recursos, após terem sido desviados, foram repassados para outras empresas cujos representantes estão sendo chamados para explicar os reais motivos desses repasses.

Os investigados responderão pelos crimes de inserção de dados falsos em sistema de informação, peculato e associação criminosa, cujas penas podem alcançar 12 anos de reclusão.

O nome da operação advém da mitologia grega, em que Anaideia é uma entidade que personificava a crueldade, o despudor e o imperdoável, em alusão às consequências das condutas praticadas pelos investigados.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA