Governador Marconi Perillo, vice-governador José Eliton e prefeito Iris Rezende na solenidade. (Foto: Humberto Silva)
marconi jose eliton e iris foto humberto silva

Em uma solenidade considerada pelos protagonistas como singela, mas significativa, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, na manhã desta terça-feira (31), o governador Marconi Perillo, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), desembargador Gilberto Marques Filho, formalizaram a cessão, pelo TJ-GO, de quatro prédios, que não estavam sendo mais utilizados pela Justiça como  juizados, no Jardim Guanabara, em Goiânia, para a Prefeitura e o Governo do Estado.

Dois prédios foram repassados à Prefeitura de Goiânia e dois ao Governo de Goiás, para serem utilizados pela Polícia Civil. O Delegado-Geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, informou que eles abrigarão o 10º Distrito Policial e uma Delegacia Especializada, ainda a definir. O prefeito Iris não definiu ainda como os prédios serão usados por sua administração. Ele fez questão de enfatizar o republicanismo do momento, em que há uma união de esforços de três esferas administrativas com a finalidade de se ajudarem mutuamente, encontrando soluções simples, que atendem com precisão o interesse público. “Disso aqui fica um grande sentimento cívico e do interesse público, onde há o entendimento para as coisas caminharem a bom termo”, observou.

No mesmo tom, o governador Marconi se disse muito feliz, porque neste quarto governo percebe o nível de maturidade das instituições goianas “como nunca se viu”.  Para ele, há uma convergência e uma sinergia entre as esferas dos poderes e instituições. Elogiou o desprendimento e o espírito público do desembargador Gilberto Marques, ao capitanear essa parceria, e também do prefeito Iris que prontamente aceitou os termos do acordo.

Marconi não poupou elogios ao que considerou “comprometimento de Iris Rezende com o trabalho e com a população que representa”, e disse que teve muitos embates políticos com o prefeito, mas sempre foi tratado com muita educação e respeito. “O prefeito Iris tem mostrado que acima dos interesses políticos está o interesse público” e que a demonstração de maturidade dos envolvidos no acordo de cessão dos prédios constitui um somatório de ações que só vai fazer bem a Goiás. Teceu, também, elogios ao trabalho do desembargador Gilberto Marques, como “um verdadeiro homem de Estado e de um comprometimento público invejável”.

Gilberto Marques disse que optou por ceder os prédios pelo sentimento de responsabilidade de gestão que sempre o acompanhou. “Essa parceria é muito importante. Lá atrás, quando o Tribunal precisou, a Prefeitura de Goiânia cedeu o terreno para a construção dos prédios e agora, para gerar economia e em prol da boa gestão, estamos retribuindo”, assinalou. Para ele, o gestor tem de atentar para utilizar bem os recursos de todas as naturezas e que, acima de tudo, têm de priorizar as boas parcerias.

A solenidade contou também com a participação do vice-governador José Eliton, do secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Balestreri, do Procurador Geral do Estado, Alexandre Tocantins, de secretários da prefeitura e do Governo, deputados, vereadores de Goiânia, vários delegados e policiais civis.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA