Iris ao lado do repórter Samuel Straioto do Diário de Goiás (Foto: Jackson Rodrigues- Prefeitura de Goiânia)
iris foto jackson rodrigues

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, (PMDB) pretende adotar medidas para cortar uma série de gastos na administração municipal. Segundo o secretário de Governo, Samuel Almeida, várias ações estão sendo estudadas. Ele não adiantou quais seriam as medidas a curto ou longo prazo, pois depende da conclusão dos estudos. No entanto, não descartou a realização de um Plano de Demissão Voluntária.

Ao Diário de Goiás, o secretário disse que a situação financeira é bem difícil. “Há sim vários estudos em vários sentidos para se fazer economia. O prefeito sempre teve atenção com as pessoas mais humildes, por exemplo, os funcionários. Uma situação como essa seria uma última alternativa. Estamos avaliando todas as finanças da prefeitura, tudo o que possa ser economizado. Já fizemos cortes e estamos vendo onde podemos cortar.

Questionado sobre o assunto, o prefeito Iris Rezende não afirmou, mas também não desmentiu. Iris declarou que a situação financeira da prefeitura ainda é bem difícil e que tomará medidas para cortar mais gastos.

“Minha preocupação sempre foi de cortar gastos desde o início. Diminuir despesas. Mas à medida que a gente vai diminuindo, também vai piorando a situação financeira do país. De dois meses para cá, a arrecadação vai caindo muito”, disse o prefeito.

Iris disse ainda que deixou de fazer viagens para o exterior para economizar gastos. Ele disse que tem focado na administração e que no próximo ano “mudará o disco”. O prefeito explicou que investimentos de maior porte serão feitos no próximo ano.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA