marconi perillo forum de governadores rondonia foto wagnas cabral 04

As propostas apresentadas pelo governador Marconi Perillo para a redução da violência no Brasil são os temas centrais do Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle de Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional, que começa daqui a pouco em Rio Branco, no Acre.

Marconi vai defender as soluções que já apresentou ao País: maior controle das fronteiras como forma de combater o tráfico de drogas e armas para o Brasil.

Marconi argumenta que o Brasil tem 3.ª maior extensão fronteiriça do mundo, atrás apenas da Rússia e da China, com 150 quilômetros de extensão, que corresponde a 27% do território, em 11 estados em 588 municípios. O governador também vai enfatizar que no Brasil existem 8.500 quilômetros de fronteiras marítimas com outros países da América do Sul e 80% da movimentação mundial de cargas ocorrem pelo mar.

De acordo com o governador, as mesmas rotas e corredores de bens lícitos, em geral são usados para movimentação de cargas ilícitas.

Marconi vai sugerir atenção especial para as grandes calhas do Rio Negro, Solimões, Madeira, Amazonas, Paraguai, dentre outros, onde não existem controle e fiscalização minimamente aceitáveis. Segundo o governador, há informações que vários corredores hídricos, a exemplo do Juruá e Purus no Acre, estão sendo alvo de disputa de facções criminosas. Ele também vai cobrar uma política de valorização dos servidores que atuam nas fronteiras. Um dos grandes problemas, na avaliação de Marconi, é a carência de efetiv

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA