marconi perillo social foto eduardo ferreira 3No lançamento do programa Goiás na Frente Terceiro Setor – Social, nesta quinta-feira (19), o governador Marconi Perillo condenou a postura de integrantes da oposição que "mentem e apontam defeitos nas ações da administração estadual, mas nunca fizeram nada por Goiás". "Existe o Goiás da verdade e o Goiás da mentira. O Goiás da verdade é o do programa Goiás na Frente, que modernizou o Estado, que gera quatro vezes mais empregos que a média nacional. O Goiás da mentira é o daqueles que vão para a televisão mentir, mas nunca fizeram nada por nenhuma cidade de Goiás, nem em Brasília", disse.

“O Goiás da mentira", prosseguiu o governador, "é aquele que nunca trouxe um benefício para qualquer cidade de Goiás, que nunca ajudou Goiás lá em Brasília em nada, mas acha fácil apontar defeitos e mentir quando tem a oportunidade de ir para a televisão", disse, prosseguindo: "E o pior: age com arrogância, com truculência”. O governador prosseguiu: “O Goiás da mentira é o de algumas pessoas da oposição que vão à televisão mentir, o Goiás daqueles que, quando podem, pisam com a bota pesada na cabeça dos mais fracos, dos trabalhadores sem-terra, das pessoas hipossuficientes, das pessoas mais pobres, daqueles que gostam de agradar aos fazendeiros, e, quando têm a oportunidade, pisam na cabeça dos mais fracos”.

Marconi disse que “o Goiás da verdade sabe ouvir, dialogar, tem sensibilidade no coração, veio de baixo e sabe ajudar quem precisa. Esse é o Goiás de um governo que ao longo do tempo se notabilizou pelo compromisso com as famílias, com os valores, com os princípios, com os mais pobres e mais necessitados”. Ao falar sobre as realizações de seus governos, Marconi disse que o Goiás da verdade começou a ser construído em 1999, “com o sistema de reservação de água, o Mauro Borges, uma obra monumental, que agora vai ajudar a resolver o problema da água em Goiânia e Região Metropolitana. Se eu não tivesse tomado a atitude certa lá atrás eu estaria, agora, com vergonha dos goiano que estariam sem água”.

Ao relembrar sua trajetória política no Estado, em resposta às críticas infundadas que vem recebendo, Marconi destacou que não é inexperiente, que não está em seu 1.º mandato como governador, mas no 4.º mandato, ao lado de José Eliton, vice-governador duas vezes. “Ao longo do tempo eu fui estabelecendo compromissos, prioridades e promessas; e fui cumprindo, resgatando, uma a uma, como eu fiz aqui na Região Noroeste, entregando mais de 15 mil escrituras; entregando o Hugol, o maior e mais importante hospital da Região Central do Brasil; fazendo 600 quilômetros de linhas de esgoto; duplicando as rodovias de acesso, iluminando; construindo aqui o Centro de Educação Profissional”, enfatizou.

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA