(Foto: Rayka Martins)
goias na frente jd curitiba

Foi lançado nesta quinta-feira (19), o Programa Goiás na Frente 3° Setor – Social. Essa nova etapa do programa além de modernizar os programas já existentes, também beneficiará organizações filantrópicas com o incentivo de R$ 20 mil para apoio de projetos, investimentos, ações e aquisição de bens. O lançamento aconteceu no Colégio da Polícia Militar de Goiás (CPMG), unidade Ayrton Senna, no Jardim Curitiba I, em Goiânia.

De acordo com o Governador de Goiás, Marconi Perillo, o Goiás na Frente 3° Setor é o maior conjunto de ações e programas de proteção às famílias da história de Goiás, que tem como objetivo, promover a inclusão social e a cidadania. “Nós criamos os primeiros e os mais importantes políticas sociais do Brasil. Políticas públicas como o renda cidadã, bolsa universitária, o cheque moradia, que viraram programas nacionais” afirma o governador. Ainda de acordo com ele, essas políticas ajudaram centenas de milhas de pessoas a saírem da miséria e da pobreza.

“Agora nós estamos lançando um programa que além os programas já existentes, também vão garantir as entidades, as instituições de caridade da sociedade civil que prestam esse serviço, terem condições de melhorarem ainda mais a qualidade desse serviço. Todas as entidades que quiserem ter o apoio do governo, que estão trabalhando com o povo necessidade e deficiente vão ter amparo e apoio desse programa, Goiás na frente – 3º Setor, concluiu Marconi”.

O Prêmio Reconhece Goiás, que faz parte do Goiás na Frente 3° Setor – Social, contemplará com até R$ 20 mil entidades filantrópicas, que são entidades que atuam em favor, seja do menor, da criança, do idoso, dependente químico, homem do campo, entre outros. “Esse desenvolvimento social tem como consequência o desenvolvimento econômico. Também faremos a ampliação de diversos programas, como por exemplo o programa jovem cidadão, que terá uma cota destinada a pessoas com necessidades especiais” conta o vice-governador, José Eliton.

Além da ampliação do Jovem Cidadão, o Cheque Reforma e Renda Cidadã também serão atualizados. De acordo com José Eltion, o Cheque Reforma será deferido prioritariamente para famílias que tenham pessoas com necessidades especiais. Já o Renda Cidadã será ampliado de 67 mil para até 100 mil pessoas beneficiadas.

Em parceria com as entidades que farão as habilitações, a Agehab entrará com uma parceria. “A Agehab entra com 10 mil moradias que estão de forma precária e vão ser reformadas através do Cheque Reforma. A Agehab irá atuar junto as entidades para reformar e atender não só a essas famílias, mas também famílias com deficientes físicos”, afirma o presidente da Agehab Luiz Stival.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA