chineses meninas de luz 1O cuidado e o acolhimento recebidos pelas adolescentes e jovens gestantes atendidas pelo Programa Meninas de Luz, desenvolvido pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), despertou o interesse de membros da Fundação de Desenvolvimento de Pesquisa da China. A comitiva de chineses, que há dois dias está na capital conhecendo programas sociais dos governos federal e estadual, esteve nesta quarta-feira (18/10), no Centro Social Dona Gercina Borges (CSDG), onde é desenvolvido. Os chineses conheceram o funcionamento do programa, como o atendimento multiprofissional, as orientações sobre os cuidados com a gestação e com o bebê, o resgate do vínculo familiar, oficinas de artesanato, contação de história, bordado, higiene e beleza, além do acompanhamento pós-parto até a criança completar um ano de idade.

 O diretor geral da OVG, major Augusto, ressaltou que, em 18 anos de existência do programa, mais de cinco mil adolescentes e jovens (12 a 21 anos de idade) foram atendidas. Ele também destacou a expansão do Meninas de Luz para o interior. “O resultado obtido pelo programa é fantástico para as meninas, especialmente quanto ao fortalecimento dos laços familiares e isso tem despertado o interesse de muitos gestores”, destacou, ao lembrar que o programa já foi implantado em Alto Paraíso de Goiás e Orizona e lançado em Pirenópolis e Piranhas.

“É com alegria que recebemos a comitiva de chineses para apresentar o Meninas de Luz, referência em Goiás, e que tem feito a diferença na vida dessas jovens, resgatando a autoestima e proporcionando uma melhor condição de vida para elas e seus filhos. Esperamos que os chineses possam compartilhar essas experiências conhecidas aqui em Goiás”, destacou Valéria Perillo, presidente de honra da OVG.

 O secretário geral da Fundação de Desenvolvimento de Pesquisa da China, Lu Mai, que liderou a comitiva, elogiou a iniciativa desenvolvida com as adolescentes. “O programa tem ótima metodologia. O foco principal da Fundação é a educação infantil e o direito das mães, por isso tivemos o interesse de conhecer esse projeto”, pontuou, ao acrescentar que também gostou de outros projetos sociais desenvolvidos em Goiás, como o Conecta Sus.

 Eline Silva dos Santos, 20 anos, é uma das beneficiadas pelo Meninas de Luz. Mãe de José Felipe, de 8 meses, diz que o programa a auxiliou especialmente na questão do planejamento familiar.  “Não tinha muita informação sobre o assunto e aqui fui orientada e acolhida por uma equipe bem preparada. Aprendi com as oficinas e pretendo ter uma renda extra trabalhando na área de beleza. Adoro fazer maquiagem”.

 O convite aos chineses para conhecer o Meninas de Luz foi feito por Valéria Perillo, que acompanhou a visita, junto também com os diretores da Organização, Helca Nascimento (Ações Sociais), Olavo Marsura e a gerente do CSDG, Malba Parreira.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA