As regiões Norte e Sudoeste de Goiânia estão com o abastecimento de água prejudicado devido ao calor, poucas chuvas e aumento de 30% no consumo de água. De acordo com a companhia, o Rio Meia Ponte “voltou a apresentar significativa redução de vazão”.

Além disso, bairros de Trindade e Aparecida de Goiânia, mais próximos da capital, também têm o abastecimento afetado. Em Aparecida, a região mais prejudicada é a Norte. “Outra redução de manancial que compromete o abastecimento no município é a do Ribeirão Lajes, que tem comprometido também as regiões Central e Leste da BR-153”, diz o comunicado.

Para evitar que a água do Meia Ponte seja “desviada”, a Saneago, a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos de Goiás (Secima) e a Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) continuam as ações de fiscalização do uso da água da bacia acima do ponto de captação para abastecimento público.

“A Saneago reforço que para evitar a descontinuidade do abastecimento é fundamental que cada um de nós faça uso racional da água tratada. Dessa forma será possível retomar a estabilidade do sistema e garantir o abastecimento das regiões afetadas”, diz o comunicado.

Calor e previsão de chuva

Nesta segunda-feira (16), o Diário de Goiás divulgou reportagem sobre a previsão de chuva em Goiânia. De acordo com a chefe do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Goiás, Elizabeth Alves, os goianienses vão enfrentar uma semana de calor e temperatura quente. A previsão é de que a chuva comece a chegar na capital na quinta-feira (19), mas de forma significativa apenas no fim de semana.

Leia mais:

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA