(Foto: Leo Razuk)
tumulto jogo atletico

O Atlético Clube Goianiense foi autuado pelo Procon Goiás por má prestação de serviços, previsto no artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor, em virtude da ocorrência de infrações, dentre elas a venda de ingressos além da capacidade do local, na partida realizada neste domingo (15), no Estádio Olímpico, entre a agremiação e o Palmeiras.

De acordo com o Procon Goiás, diversas pessoas procuraram o órgão alegando que não conseguiram entrar no estádio, mesmo de posse de ingressos legalmente comprados, o que causou grande tumulto nas catracas de acesso.

O Procon Goiás orienta os consumidores que não conseguiram entrar no jogo a procurarem a sede do órgão (Rua 8, 242 – Centro), com os ingressos adquiridos em mães a fim de que sejam instaurados processos administrativos individuais e reembolso do valor pago por meio de audiência de conciliação.

Já o Clube tem dez dias para apresentar defesa.

Tumulto

Os torcedores se aglomeraram na porta do Estádio. Segundo a Polícia Militar, que fazia a segurança do local, a responsabilidade da venda dos ingressos era do Atlético, no entanto, a assessoria de imprensa do clube afirmou que foi a PM que barrou a entrada das pessoas, já que um lado do campo já estava lotado.

Existe a possibilidade que tenham sido vendidos ingressos falsificados, o que está sendo apurado pela PM.

O Atlético Clube Goianiense deve se pronunciar sobre o caso na tarde desta segunda-feira (16), após reunião com a PM. 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA