marconi perillo foto eduardo ferreira 06Na sequência das visitas que realiza na tarde desta terça-feira (3) em cidades da região centro-oeste do Estado, para entrega de cheques referentes a parcelas dos recursos liberados pelo programa Goiás na Frente às Prefeituras, o governador Marconi Perillo esteve também na cidade de São João da Paraúna. Ao prefeito João Cré-Cré (PSD) entregou um cheque referente à primeira parcela, no valor de R$ 166 mil do convênio de R$ 1 milhão firmado com a Prefeitura.

Através da Agehab, também autorizou convênio para a construção de 50 casas populares no valor de R$ 2,5 milhões. Ao agradecer o governador pela liberação da primeira parcela do convênio, o prefeito Cré-Cré lembrou que os municípios, indistintamente, vivem momento de angústia. Mas, destacou, os problemas estão sendo amenizados graças "à mão amiga do governador. Marconi, que é sério, governa com responsabilidade".

Ele recordou que há dois anos, numa audiência no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, ouviu de Marconi que, na hora certa, quando tivesse um programa definido e condições financeiras, iria chamar os prefeitos e anunciar ajuda a todos, independentemente de partido. "E cumpriu. Temos 100 por cento de asfalto, água e esgoto. Agora, com esse dinheiro do Goiás na Frente, vamos investir em asfalto".

O governador Marconi Perillo destacou em seu pronunciamento as inúmeras obras rodoviárias realizadas e em andamento na região. Começou por anunciar a inauguração em breve da reconstrução da rodovia que liga as cidades de Jandaia, Palminópolis  e Turvânia.

Disse que a rodovia de São João da Paraúna a Aurilândia encontra-se no radar no governo. "Vamos viabilizar o dinheiro. Ainda não tivemos condições de fazer essa rodovia porque temos muita estrada para ser consertada", declarou ao anunciar que o governo, na região, está investindo também na reconstrução da ligação entre Firminópolis e Iporá.

Por fim, atendendo a pedido do prefeito, solicitou que a Prefeitura formalize pedido para que o Estado possa providenciar a substituição das casas de placa. "Quando foram construídas, essas casas tiveram sua importância. Hoje elas precisam oferecer mais conforto às famílias. Estamos trocando as placas dessas casas em todo o Estado", salientou.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA