brinquedo quebra no mutirama

Dois meses se passaram desde que o brinquedo chamado Twister do Parque Mutirama quebrou e deixou 13 feridos, em Goiânia. Uma das vítimas, Iraci Francisca da Conceição, de 56 anos, continua internada no Hospital Urgência de Goiânia (Hugo).

Inclusive a paciente foi submetida a nova cirurgia de enxerto de pele nesta terça-feira (26). Segundo a assessoria de imprensa do Hugo, Iraci passa bem e permanece em observação em um leito da enfermaria. A mulher está “orientada, consciente e respirando de forma espontânea”, informou o Hospital. Iraci passou por duas cirurgias no dia em que foi internada para correção de uma fratura no fêmur e reconstrução muscular.

Posteriormente a paciente foi submetida a novo procedimento cirúrgico para reparo da fratura no tornozelo esquerdo. A cirurgia realizada nesta terça-feira é o quarto procedimento feito dentro do Hugo. “Apesar de estável, seu ferimento ainda é extenso e exige uso de antibióticos e futuras cirurgias”, concluiu a assessoria de imprensa do Hugo. 

Sobre as investigações, a Superintendência da Polícia Técnico-Científica concederá entrevista coletiva nesta quarta-feira (27) para divulgar o laudo da perícia feita nos brinquedos do Parque Mutirama. As explicações serão concedidas pelo gerente do Instituto de Criminalística, Rodrigo Irani Medeiros.brinquedo mutirama

Na ocasião, o delegado responsável pelas investigações, Izaías Pinheiro, também explicará quais foram os passos da Polícia Civil. Em 28 de junho, o delegado disse ao Diário de Goiás que o Parque estava funcionando de forma clandestina e que a administração era amadorística.

O Parque foi interditado pela Prefeitura de Goiânia no dia do acidente e segue sem funcionamento. Ainda não há previsão de abertura do Mutirama.

Leia mais:

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA