Fotos: Rayka Martins
uber manifestacao 1

Na manhã desta terça-feira (26) motoristas dos aplicativos Uber, 99 Pop, entre outros aplicativos de transportes, se reuniram em manifestações por todo o país contra o novo projeto do Senado, que visa aproximar os aplicativos às regras hoje aplicadas aos táxis. Em Goiânia, a manifestação aconteceu durante a manhã, no Paço Municipal e contou com a presença do prefeito, Íris Rezende.

“Eu entendo que o Uber é o resultado de um avanço extraordinário da tecnologia e da ciência da informação, e nós não podemos criar casos ou problemas para que a ciência não seja devidamente aproveitada” disse o prefeito. Em seguida questionado sobre a regulamentação, Íris afirma que irá decidir ainda esta semana, se será a regulamentação será através de um decreto, que é mais rápido, ou se o projeto será encaminhado a câmara.

“Que seja feito um decreto, uma regulamentação, que tenha como intuito principal fazer com que o aplicativo continue a servir as pessoas e nós conseguirmos nossa renda” disse Marcos, motorista e presidente da associação de motoristas. Sobre o projeto do senado, ele afirma ser contra e fiz que os motoristas buscam um bem em comum a todos. “São regras proibitivas e nós precisamos trabalhar e discutir para que o caminho seja diferente, o bem tem que ser comum, todos tem que sair satisfeitos, seja taxista, seja motorista de aplicativos e principalmente a população”.

O prefeito também ressaltou que a manifestação é de pessoas que estão lutando para trabalhar, e que por conta disso todos os fatores serão levados em conta. “O que decidirmos será com dignidade, espírito público, respeito a todos, porque é uma coisa interessante, a pessoa lutar para trabalhar. Lutar para regularizar” disse.

Outro motorista do Uber, Cleilton Pereira afirmou que atualmente existem mais de 13 mil motoristas de aplicativos cadastrados em Goiânia, contra apenas 2 mil taxistas. O motorista também contou que a princípio está contente com o posicionamento do prefeito, que desceu de seu gabinete até a manifestação. “O prefeito está recebendo presidentes das cooperativas de Goiânia e informou aos motoristas que nenhuma decisão será tomada sem que todos tenham conhecimento e estejam presentes lá” disse.

Projeto do Senado

Está previsto para ser votado nos próximos dias, um que aproxima os aplicativos de transporte que conectam os passageiros a motoristas particulares às regras hoje aplicadas aos táxis. O texto já foi aprovado na Câmara dos Deputados abril passado. Apesar de o texto-base ser favorável às empresas, os deputados alinhados aos taxistas emplacaram duas emendas que alteram de maneira significativa o sistema de funcionamento desses aplicativos. A aprovação foi comemorada por taxistas, que protestam contra os aplicativos desde sua chegada ao país, em 2014.

Se o texto for aprovado nos mesmos moldes do que foi votado na Câmara, todos os municípios que já regulamentaram o funcionamento dos aplicativos terão que alterar suas respectivas legislações a respeito.

Leia Mais:

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA