marconi mensagem ministro medeiros

Em postagem em suas redes sociais, o governador Marconi Perillo cumprimentou na manhã desta sexta-feira (22), o presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT 18.ª Região), desembargador Breno de Medeiros, pela nomeação para ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST). "Mais um competente jurista de Goiás é merecidamente escolhido para integrar a alta Corte da Justiça do Brasil", afirmou Marconi.

"Nossos votos de muito sucesso ao competente ministro Breno de Medeiros", afirmou Marconi, lembrando, que além dele, a procuradora-geral da República Raquel Dodge, a presidente Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz, e a conselheira do TST, ministra Delaíde Miranda, também de Goiás, integram as altas Cortes do Judiciário e do Ministério Público Federal do Brasil.

Medeiros foi escolhido para a posição de ministro em listra tríplice pelo presidente Michel Temer, e sua nomeação será publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União. Natural do Paraná, o novo ministro fez sua carreira no Judiciário de Goiás. Breno Medeiros é também membro do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e representante do Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho no Comitê Nacional do Sistema de Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho.

Leia a íntegra da postagem do governador:

"Mais um competente jurista de Goiás é merecidamente escolhido para integrar a alta Corte da Justiça do Brasil: o presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT 18.ª Região), desembargador Breno de Medeiros, é nomeado ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Medeiros foi escolhido para o Pleno do TST em listra tríplice e vai integrar o time de juristas goianos com missões de destaque no Poder Judiciário e do Ministério Público nacionais, ao lado da procuradora-geral da República Raquel Dodge; a presidente Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz; e a conselheira do TST, ministra Delaíde Miranda. Nossos votos de muito sucesso ao competente ministro Breno de Medeiros."

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA