Comerciante avalia que Rua 44 é "terra sem lei". Foto: Arquivo DG
rua 44

Lojistas, comerciantes da Feira da Madrugada e outros que atuam na Feira Hippie, voltaram a solicitar a Prefeitura de Goiânia que faça a fiscalização. A reclamação da falta de presença do poder público municipal em diferentes áreas tem sido constante. Lojistas pretendem fazer novo protesto nesta sexta-feira (15).

Os comerciantes cobram um melhor ordenamento na região, em diferentes áreas como organização do comércio, evitando informais de ocuparem espaços proibidos, ainda trânsito, segurança e ainda a área de vigilância sanitária.

Várias regulamentações não estão sendo cumpridas. Feira Hippie está começando a ser montada na madrugada de quinta para sexta. A feira da madrugada está funcionando na Rua 44. Há várias pessoas em situação de rua e não há trabalho da Assistência Social nas proximidades do Terminal Rodoviário.

Priscila Gonçalves que representa a Associação dos Lojistas da Rua 44 foi à Câmara Municipal e pediu apoio dos parlamentares para que haja um ordenamento por parte da prefeitura na região. Para ela, a região da 44 está uma verdadeira “terra sem lei”, devido à falta de fiscalização de diferentes áreas da administração da capital.

“Sim é uma terra sem lei. Porque as ruas estão obstruídas por ambulantes, não se consegue trafegar de carro ou até mesmo a pé. É uma questão com laudos médicos, indicando que passaram mal. O acesso ao terminal rodoviário também tem sido prejudicado. Pedimos ao prefeito para nos receber e até agora nada”, declarou.

O vereador Paulo Magalhães disse que conseguiu fazer uma intermediação entre os comerciantes da Feira da Madrugada e o prefeito Iris Rezende. Houve uma reunião entre as partes e o resultado foi o compromisso do Município em tomar atitudes na região. Paulo Magalhães entende que é preciso uma ação rápida para evitar mais problemas.

“Se o prefeito tiver cabeça realmente dará cobertura ao pessoal, ele foi lá comigo na campanha e fez compromissos. O direito de ir e vir está sendo impedido pela baderna que virou a região da Rua 44. Nós tivemos com o prefeito na segunda-feira e levamos ao conhecimento que hoje teria um confronto de morte. Conseguimos sensibilizar o prefeito para que o secretário de governo agisse e tomasse providências”, explicou.

Resposta

A reportagem entrou em contato com a administração municipal e aguarda posicionamento.

Leia mais

Vereadores reclamam de descaso da Prefeitura de Goiânia na região da 44

Prefeitura deve lançar Plano de Fiscalização da Rua 44 em agosto

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA