apreensao arma de fogo

Em comparação ao mês de agosto de 2016 ao mesmo mês de 2017, a Polícia Militar de Goiás (PM) registou um aumento de 76,9% nas apreensões de armas de fogo. Além disso, foram registrados aumento no número de prisões de foragidos da justiça. Os dados foram divulgados pelo Observatório de Segurança Pública de Goiás.

As armas apreendidas correspondem a diversos municípios de Goiânia, como Aparecida de Goiânia que apurou um crescimento de 180,95% em armas de fogo, Goiás e Itumbiara que apreendeu 136,36% a mais de armas de fogo em comparação ao ano passado, Iporá, Rio Verde com 126,67% e Catalão com 125%. Segundo os PMs, as armas retiradas de circulação diminuem a violência e coíbem a prática criminosa.

Segundo consta no Observatório, as Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) são destaque no número de armas que foram apreendidas em 2017, cerca de 200% a mais que o mês de agosto do ano passado. Entre os destaques está Ceres que teve um aumento de 350%, assim como cidades no Entorno do Distrito Federal como Luziânia com 261,54% e Aguas Lindas com 425% no número de apreensão de armas de fogo.

Além das apreensões de armas, de acordo com dados do Observatório de Segurança Pública de Goiás houve também um crescimento no número de foragidos da justiça recapturados no Estado. Em relação ao mês de agosto de 2016, comparado ao mesmo mês de 2017, foi registrado um crescimento de quase 11% de apreensões.

Entre as regiões que mais se destacaram foi Iporá, que dobrou a recaptura de foragidos com 100% de eficácia, e a cidades como Posse e Goianésia, que registraram aumento de 200%. Ceres ficou com 350% das capturas de foragidos, e, Jataí, como o maior índice, ficou com um aumento de 500% das apreensões.   

Como conta a PM, ações como estas cumprem com o papel constitucional da Polícia, a fim de atuar de forma preventiva para que o crime não aconteça.

Leia mais: 

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA