Estudo foi realizado com adolescentes residentes em Goiânia (Foto: Reprodução internet)
hipertensao entre adolescentes foto reproducao

Uma pesquisa realizada em conjunto pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), investigou os fatores de risco para a hipertensão arterial sistêmica entre adolescentes. O estudo identificou a obesidade como o maior fator de risco para a doença, atingindo tanto meninas quanto meninos. Já o sobrepeso foi associado à hipertensão arterial apenas das meninas. Os pesquisadores entrevistaram 1600 estudantes de Goiânia, aferiram a pressão arterial dos adolescentes e mediram o peso e a altura dos entrevistados.

A pesquisa identificou hipertensão arterial entre 10% dos entrevistados, atingindo 6,2% das meninas e 14% dos meninos. Segundo a pesquisadora Mayara Almeida, os índices são altos e preocupantes. “Os números indicam a necessidade de implementação de estratégias de prevenção e controle. É preciso orientar os adolescentes sobre comportamentos inadequados, como estado nutricional, inatividade física, uso do tabaco e de bebida alcoólica”, alertou.

Participaram da entrevista alunos dos ensinos fundamental e médio de 36 escolas de Goiânia, públicas e privadas. Com idade entre 12 e 17 anos, os adolescentes foram questionados sobre características e práticas que aumentam as chances de uma pessoa desenvolver doenças cardiovasculares, como por exemplo, se praticam atividades físicas e se fazem uso de bebidas alcoólicas ou tabaco.

Hipertensão Arterial

Popularmente conhecida como “pressão alta”, a hipertensão arterial sistêmica é uma doença crônica não transmissível, determinada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Segundo dados do Ministério da Saúde, a doença atinge 30 milhões de brasileiros e, se não tratada, pode acarretar graves problemas, como comprometimento renal, derrame ou infarto.

Apesar de ser predominante na idade adulta, a hipertensão arterial não pode ser desconsiderada em crianças e adolescentes. Nessas faixas-etárias, o conceito de hipertensão é caracterizado pelo percentil, isto é, uma medida estatística que compara o peso, a altura, a idade e o resultado da aferição da pressão de cada um em relação ao restante das crianças e adolescentes com as mesmas características.

Redação do DG com informações da UFG

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA