motorista do uber morto a facadas

O motorista do aplicativo Uber, identificado como Welder da Silva Marques, de 36 anos, foi morto a facadas na madrugada de sábado (12), em Aparecida de Goiânia. Os autores do crime trocaram tiros com os policiais cerca de duas horas após o homicídio e foram presos.

De acordo com a ocorrência, o motorista foi chamado no início da madrugada para buscar dois supostos passageiros na Cidade Satélite São Luiz. Quando entraram no carro, os dois homens já renderam o Welder. Eles estavam armados com um revólver calibre 38, além de uma faca.

O motorista foi obrigado a seguir com os criminosos até a Serra das Areias, onde Welder foi esfaqueado e jogado para fora do carro. Além do veículo, a dupla roubou o celular da vítima, que mesmo ferida conseguiu gritar por socorro. Welder chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa).

A polícia conseguiu localizar os criminosos circulando com o veículo pelo Jardim Tiradentes. Ao perceberem a aproximação dos policiais, os criminosos tentaram empreender fuga e atiraram contra a equipe da PM.

Júlio César Barreto, que conduzia o veículo, e que foi ferido na perna durante o confronto parou o carro e se entregou. Ele foi atendido no Huapa e autuado no 4° Distrito Policial de Aparecida de Goiânia. Gabriel Vales da Silva, também foi autuado pelo latrocínio.

A dupla disse à polícia que receberiam R$ 2 mil pelo veículo roubado.

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA