animais pecuariaComeça nesta sexta-feira (19), a 72ª edição da tradicional Pecuária de Goiânia. A festa segue até o dia 28 de maio no Parque de Exposições Pedro Ludovico Teixeira, localizado no setor Nova Vila. Neste ano, cerca de 400 mil pessoas devem circular pelo parque até o final do evento.

De acordo com o presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Tasso Jayme, em 2017, todos os pavilhões de bovinos e baias de equinos estão lotados resgatando o antigo modelo da exposição. “Na área de gastronomia, nós tivemos uma inovação. Na área de shows, nós temos cinco grandes shows com os melhores sertanejos do país, enfim, o nosso compromisso é que a população de Goiânia possa ter uma festa a altura, com segurança e tranquilidade”, disse ele.

Segundo Tasso Jayme, a estimativa de negociações durante a pecuária de Goiânia é de aproximadamente R$ 5 milhões. No entanto, para ele, os valores devem ser revistos após os fatos políticos ocorridos nesta semana. “Essa crise nos pegou de surpresa. Como é uma bomba que estourou, nós ainda não temos como mensurar o desgaste deste problema. Desde ontem (18), a JBS já não compra mais gado à vista, somente com 30 dias, isso já é um indício de baixa nos preços da pecuária de corte, o que traz muita insegurança para o mercado da carne”, destacou o presidente da SGPA.

Já o ministro interino da Agricultura, Eumar Novacki, afirmou que o momento é positivo para a agricultura. “O momento é positivo para a agricultura e pecuária, e as feiras são uma prova disso. Todas as que nós participamos foram um sucesso. Nós viemos trazer novidades, o Ministério da Agricultura lança aqui o Agromais Produtor Rural, programa de qualificação para o pequeno produtor, com investimento de quase R$ 3 milhões, em que mais de mil famílias serão atendidas, o que aquece a economia que é o que nós precisamos.

Ainda de acordo com o ministro, o país não pode deixar que uma nova crise política ultrapasse e atrapalhe os planos do governo “de colocar o Brasil na linha”. Eumar Novacki afirmou que acredita na recuperação econômica do Brasil e que a crise será passageira.  

Rodeio

Conforme explicação do presidente da SGPA, Tasso Jayme, neste ano não haverá rodeio. “Primeiro, uma contenção de despesas, estamos trabalhando com os pés no chão. O espaço também para nós realizarmos o rodeio, nós fizemos uma compensação. Ao invés do rodeio, priorizamos o sertanejo, a gastronomia, a alameda cultural. São várias atrações que substituirão o rodeio”, afirmou.  

Programação

Quem abre as apresentações musicais desta edição é a cantora e rainha da “sofrência” Marília Mendonça. O show começa às 22h30. Os ingressos custam R$ 40,00. Já para os dias sem shows, a entrada no parque custa R$ 20,00, e se levar 1 kg de alimento não perecível, a pessoa pagará meia entrada, ou seja, R$ 10,00.

Neste ano, ainda existe a opção de Passaporte, para todos os dias do evento. O bilhete tem valor único de R$ 165,00. No caso dos estudantes, a meia entrada só será válida com a apresentação da carteirinha de entidades estudantis autorizadas pelo Procon. 

Leia mais:

Marília Mendonça é atração da primeira noite da Pecuária 2017

450 policiais reforçarão segurança durante Pecuária de Goiânia

Região próxima à Pecuária de Goiânia tem sinalização alterada

Pecuária de Goiânia começa nesta sexta (19); confira a programação

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA