logomarcadiariodegoias2017

Divulgação/Cremego
medico assassinado goiania div cremego

O médico ortopedista e traumatologista Antônio Carlos de Castro, de 64 anos, que fazia parte da reserva da Polícia Militar, foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (12), no Jardim Santo Antônio, na região sul de Goiânia.

Segundo informações da PM, três indivíduos, que estavam em um veículo Ford Fusion, abordaram a vítima e atiraram contra ele após dar voz de assalto. O médico, que conduzia uma Saveiro, ainda tentou fugir, mas perdeu a direção do veículo, subiu na calçada e bater contra um poste. Não foi divulgado se os criminosos conseguiram levar algum bem do médico que morreu no local.

Por meio de note, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) lamentou a morte do profissional. "O Cremego se solidariza com a família, amigos e toda a classe médica e repudia tamanha violência, cobrando a imediata apuração do caso e punição dos responsáveis. É necessário que as autoridades competentes ajam com rigor para proteger a sociedade e evitar que dramas como esse se repitam", diz a nota.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH